Melhores judocas de 44 nações lutaram pelo lugar mais alto do pódio neste final de semana na capital russa

A seleção brasileira de judô embarcou na última terça-feira (24) para a Rússia, local onde disputa nesse fim de semana (28 e 29 de maio) o Grand Slam de Moscou 2011. A Small Sports Arena será palco desse torneio que é um dos mais importantes no judô e os melhores judocas de 44 nações lutaram pelo lugar mais alto do pódio.

Depois de oito meses afastado dos tatames, o judoca Hugo Pessanha retornou às competições no início desse ano. Representante da seleção brasileira, ele está entre os dez melhores atletas do mundo em sua categoria (90 kg) pelo ranking da Federação Internacional de Judô (FIJ).

O Grand Slam de Moscou será seu quarto torneio do ano após sua cirurgia no joelho, Hugo que em 2010 foi o campeão do Grand Slam do Rio, conquistando o único ouro brasileiro, está confiante e satisfeito com os últimos resultados conquistados.

"Estou feliz com as últimas competições e muito motivado com o torneio de Moscou, será o primeiro Grand Slam depois da minha cirurgia. Foi durante um treino de campo em Moscou no campeonato do ano passado que machuquei o joelho, então esse terá um sabor ainda mais especial de superação. Vou me dedicar para conquistar a pontuação máxima e colocar o Brasil no topo do pódio", afirmou o judoca.

Na corrida pelas vagas olímpicas, os 22 homens e 14 mulheres mais bem colocados no ranking da FIJ garantem presença em Londres 2012. A pontuação conquistada no Grand Slam de Moscou conta para o ranking: a medalha de ouro vale 300 pontos, a de prata 180 e a medalha de bronze 120 pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.