Publicidade
Publicidade - Super banner
Mais Esportes
enhanced by Google
 

Com 4 ouros, judocas brasileiros festejam vagas no Pan

Medalhas de ouro vieram com Felipe Kitadai (60kg), Leandro Cunha (66kg), Bruno Mendonça (73kg) e Leandro Guilheiro (81kg)

AE |

selo

Depois de conquistar quatro medalhas de ouro no Campeonato Pan-Americano, na noite do último domingo, em Guadalajara, os judocas brasileiros festejaram o fato de o País ter assegurado representantes nas 14 categorias dos Jogos Pan-Americanos, que serão realizados em outubro, na mesma cidade mexicana.

Ao todo, foram 14 medalhas (quatro ouros, cinco pratas e cinco bronzes) obtidas no Campeonato Pan-Americano, sendo que o Brasil foi o único país a subir ao pódio em todas as categorias. Com isso, obteve o título geral masculino e somou pontos no ranking continental que classifica as dez nações mais bem classificadas para os Jogos.

Os ouros vieram com Felipe Kitadai (60kg), Leandro Cunha (66kg), Bruno Mendonça (73kg) e Leandro Guilheiro (81kg). As pratas foram conquistadas por Leonardo Leite (100kg), Rafael Silva (+100kg), Mariana Silva (63kg), Maria Portela (70kg) e Mayra Aguiar (78kg). Rodrigo Luna (90kg), Taciana Lima (48kg), Erika Miranda (52kg), Rafaela Silva (57kg) e Maria Suellen Altheman (+78kg) ficaram com o bronze.

"Foi meu primeiro título Pan-Americano na categoria até 81kg e tem um sabor especial, ainda mais por ser no local dos Jogos. Como soube de minha vinda para Guadalajara na última hora, estava em outra fase de 'periodização' dos treinamentos. Por isso tive que contar mais coma minha cabeça do que com o corpo", disse Leandro Guilheiro, vice-líder do ranking mundial no meio-médio, que substituirá Flávio Canto no Pan. "Participar da competição foi um termômetro bom não só em termos dos adversários, mas também de estrutura e condição climática que enfrentaremos aqui em outubro", completou.

Já Felipe Kitadai se emocionou ao ouvir o hino nacional pela primeira vez em uma competição continental. "É muito gratificante sentir que estou evoluindo e que todo esforço valeu à pena. Há dois anos, no meu primeiro Pan, fiquei sem medalha. Ano passado fui terceiro, perdendo para o mexicano de quem ganhei esse ano na decisão. Ele era o atual campeão e o homem a ser batido", festejou.

Leandro Cunha, por sua vez, comemorou o seu segundo título do Campeonato Pan-Americano, depois de ter sido campeão em 2004. Desta vez, ele dedicou a medalha para a filha Vitória, recém-nascida. "Espero que seja a primeira de muitas medalhas que ela vai ganhar", afirmou.

Leia tudo sobre: judôpan 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG