Tamanho do texto

Dos 14 judocas que foram campeões mundiais em 2007, só dois deles ficaram com o ouro nas Olimpíadas de Pequim, no ano seguinte

Com apenas 20 anos, Mayra Aguiar conquistou a medalha de bronze na categoria meio-pesado no Mundial de judô. O resultado poderia ser melhor, mas não desanima a atleta. Para ela, o retrospecto recente do rendimento de campeões mundiais em Olimpíadas lhe dão plena confiança de conseguir um resultado melhor nos Jogos de Londres, em 2012.

"Queria o ouro, mas a Rosi (Rosicleia Campos, técnica da equipe feminina) contou que o Aurélio Miguel tem a teoria de que quem é campeão mundial no ano pré-olímpico não ganha ouro nas Olimpíadas. Então espero que dê tudo certo em Londres", disse Mayra, se referindo ao campeão olímpico de 1988. De fato, dos 14 judocas que foram campeões mundiais em 2007, só dois deles ficaram com o ouro nas Olimpíadas de Pequim, no ano seguinte. Em Atenas, só três dos vencedores do Mundial de 2003 repetiram o título.

No Mundial do ano passado, em Tóquio, Mayra ficou com a prata. Apesar de ter descido um degrau no pódio, ela comemorou essa nova conquista. "Esse bronze vai marcar minha carreira também, é um grande feito", afirmou a jovem judoca.

Com a medalha de Mayra, o Brasil conseguiu com que todos seus quatro medalhistas do Mundial de 2010 voltassem ao pódio nesta temporada. Além dela, Leandro Cunha repetiu a prata nas duas edições, assim como Sarah Menezes, dona de dois bronzes. Leandro Guilheiro, vice-campeão no Japão, foi bronze na França. Rafaela Silva, prata em Paris, ingressou no hall dos medalhistas.

"As cinco medalhas em Paris mostram uma homogeneidade grande na equipe. Não dependemos apenas de um atleta para chegar ao pódio, temos várias munições para acertar o alvo", falou o coordenador técnico da Confederação Brasileira de Judô, Ney Wilson.

O Brasil tem novas chance de medalha com cinco atletas neste sábado, último dia de disputas. Entram no tatame os meio-pesados Luciano Correa e Leonardo Leite, e os pesados Daniel Hernandes, Rafael Silva e Maria Suellen Altheman. No domingo será realizada a disputa por equipes.