Três brasileiros lutaram neste sábado e não tiverem bom desempenho no torneio disputado na Áustria

selo

O sábado não foi bom para o Brasil no primeiro dia de disputas da Copa do Mundo de Oberwart, na Áustria, uma das quatro últimas etapa do Circuito Mundial de Judô antes da definição dos classificados para a Olimpíada de Londres, o que se dará ao fim de abril. Os três brasileiros que lutaram, todos da categoria até 60kg, foram eliminados cedo.

Melhor atleta do País na categoria, Felipe Kitadai estreou com vitória sobre o francês Thomas Cadoux-Duc, por ippon, após 3min24s de luta. Depois, perdeu por um wazari para o sul-coreano Jang Jin-Min e acabou eliminado da competição.

Kitadai é atualmente o 14.º colocado do ranking mundial e, por conta dos descartes (só um atleta por País vai a Londres), ele ocupa a 11.ª das 22 vagas olímpicas, com 538 pontos, exatos 250 de vantagem sobre o último que estaria classificado se a definição fosse hoje. O problema é que o brasileiro defende 264 pontos até o final de abril, inclusive o título continental. Em Oberwart ele defendia um bronze (40 pontos) conquistado no ano passado, quando a mesma etapa foi realizada em Budapeste.

Assim, Breno Alves, o atual 25.º do mundo, ainda teria como ultrapassar Kitadai na disputa interna brasileira. Mas ele também foi mal na Áustria e perdeu logo na estreia, para o francês Issam Nour, por dois yuko. Outro brasileiro competindo na categoria até 60kg em Oberwart, Luis Marcos Freire caiu frente ao letão Andrejs Magers em sua primeira luta.

No domingo, sobem no tatame outros cinco brasileiros. Na Áustria competem Leonardo Leite e Luciano Corrêa, ambos da categoria até 100kg, e o peso pesado David Moura. Já na Copa do Mundo de Budapeste lutam Mariana Silva (até 63kg) e Maria Portela (até 70kg).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.