Publicidade
Publicidade - Super banner
Mais Esportes
enhanced by Google
 

Brasil ganha três medalhas diferentes na Copa do Mundo de Judô

Ouro, prata e bronze foram conquistados por Leandro Cunha, Bruno Mendonça e Charles Chibana

AE |

selo

O judô brasileiro faturou uma medalha de ouro - com Leandro Cunha -, uma de prata - com Bruno Mendonça - e uma bronze - com Charles Chibana - no primeiro dia de disputa da Copa do Mundo de Miami. Esse tipo de torneio é o que menos dá pontos no ranking olímpico: apenas 100 ao campeão, contra 300 de um Grand Slam como o do Rio, ou 200 de um Grand Prix como o de São Paulo, torneios realizados nas duas últimas semanas.

Pela categoria até 66kg, Leandro Cunha estreou vencendo o italiano Mattia Galbiti. Depois, bateu o canadense Sasha Mehmedovic antes de superar, nas semifinais, o também brasileiro Charles Chibana, que havia vencido três lutas até ali. Na final, ele venceu o italiano Francesco Faraldo com um wazari. Na disputa pelo bronze, Charles Chibana superou o polonês Pawel Zagrodnik e também faturou medalha.

Já Bruno Mendonça precisou de quatro lutas e quatro vitórias para chegar à final. Venceu o grego Victor Karampourniotis, o guatemalteco Juan Pedro Mejia, o romeno Costel Danculea e o esloveno Saso Jereb. Na decisão, ele perdeu para Tsagaanbaatar Khashbaatar, da Mongólia, que é o líder do ranking mundial na categoria até 73kg, e ficou com a medalha de prata.

Os outros brasileiros na categoria até 73kg, Vinicius Panini e Denílson Lourenço, perderam logo na primeira luta, para Nick Delpolopolo, dos Estados Unidos, e Alimbek Gadanov, da Rússia, respectivamente.

Na categoria até 60kg, o Brasil não teve sorte. Luiz Filho não passou do primeiro confronto, perdendo para Beslan Mudranov, da Rússia. Já Felipe Kitadi venceu o norte-americano Aaron Kunihiro, mas depois perdeu para Juan Postigos, do Peru. Os dois algozes dos brasileiros depois decidiram o ouro, que ficou com o peruano.

No feminino, as brasileiras decepcionaram. Catiere Moya e Gabriela Chibana (prima de Charles) perderam logo nas suas primeiras lutas na categoria até 48kg. Mesma situação de Flávia Gomes e Ketleyn Quadros, que ficaram de bye na primeira rodada e também perderam na estreia na categoria até 57kg.

A única brasileira a vencer uma luta em Miami foi Mariana Silva, que bateu Nyamjargal Mungunshagai, da Mongólia, pela categoria até 63kg. Depois, ela perdeu para Sarah Clark, da Grã Bretanha, e na repescagem, caiu frente a Marta Labazina, da Rússia. No mesmo peso, Fernanda Araújo estreou já com derrota para a espanhola Yahaira Aguirre.

Leia tudo sobre: Copa do Mundo de Judô

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG