Etíope tem duas medalhas de ouro em Jogos Olímpicos, ambas nos 10 mil metros, em Atlanta/1996 e Sydney/2000. Ele tem 37 anos

Considerado o maior fundista de todos os tempos, o recordista mundial Haile Gebrselassie está reconsiderando a sua aposentadoria, anunciada de forma surpreendente no último domingo, após abandonar a disputa da Maratona de Nova York. A revelação foi feita por Jos Hermens, empresário do etíope de 37 anos, que espera que o seu cliente continue correndo até a Olimpíada de 2012, em Londres.

Hermens disse que uma súbita lesão no joelho forçou o atleta a deixar a Maratona de Nova York em um estado emocionado alterado, que o motivou a anunciar a aposentadoria. O empresário disse que falou por telefone com Gebrselassie e que o corredor "já estava muito mais neutro" durante a conversa e pediu para "deixá-lo pensar sobre isso".

O fundista etíope cravou o recorde mundial da Maratona em 2008, em Berlim, com o tempo de 2min03s59. Para completar, ele detém os recordes das provas de 20 mil metros, de Uma Hora e de 30km e já ganhou duas medalhas de ouro em Jogos Olímpicos, ambas nos 10 mil metros, em Atlanta/1996 e Sydney/2000. Como se não bastasse, ele soma oito títulos mundiais, nas distâncias de 1.500 metros, 3 mil, 5 mil e 10 mil metros.

O anúncio de Gebrselassie causou espanto após a Maratona de Nova York pelo fato de que, antes da prova, o atleta revelou seu desejo de disputar a Olimpíada de 2012. No dia anterior à tradicional prova norte-americana, exames apontaram que ele estava com uma tendinite no joelho, mas mesmo assim ele resolveu realizar a corrida.

Na última terça-feira, o atleta mostrou estar vivendo um momento de indecisão em sua vida ao colocar a seguinte frase em seu perfil no Twitter: "Agora é tempo para eu pensar sobre muitas coisas. Eu ainda amo correr. Eu sempre vou correr. Apenas me deem algum tempo para pensar sobre as coisas".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.