Time de handebol acusado de fraudar resultados segue preso na França

Promotoria da cidade de Montpellier vai manter equipe local detida por mais 24 horas

iG São Paulo | - Atualizada às

A promotoria da cidade de Montpellier, na França, conseguiu prorrogar por mais 24 horas a prisão de nove jogadores da equipe de handebol local , atual campeã do país, entre eles o astro Nicola Karabatic (medalhista de ouro em Londres 2012 com a seleção francesa), detidos por suposta participação em um esquema de apostas referentes aos jogos que disputavam.

Reuters
Craque Karabatic foi detido no último domingo

Deixe seu recado e comente a notícia com outros internautas

O promotor Brice Robin disse que são "muito fortes" as suspeitas contra o grupo de atletas. Segundo ele, são grandes as dúvidas de que os jogadores respeitavam as normas éticas esportivas já que jogavam "altas somas de dinheiro" em derrotas de sua equipe.

VEJA:  Melhor do mundo no handebol é preso na França por combinar resultado

Nesta terça, a esposa de Karabatic - considerado o melhor jogador de handebol do mundo - e seu irmão, Luka, também atleta do Montpellier, estarão diante de um juiz de instrução, segundo a imprensa do país.

MAIS:  Pivô da seleção feminina de handebol sofre derrame cerebral na Eslovênia

Também nesta segunda, representantes do clube afirmaram terem sido "traídos" após as denúncias de corrupção. Dirigentes do Montpellier estariam dispostos a aplicar "punições exemplares" caso seja comprovada a fraude.

Leia tudo sobre: HandebolNicola KarabaticCorrupção

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG