Eduarda Mello de Queiroz era filha da ex-técnica da seleção brasileira de conjunto de ginástica rítmica Monika Queiroz

Eduarda Mello Queiroz, de 17 anos, morreu em acidente de carro no Espírito Santo
Futura Press
Eduarda Mello Queiroz, de 17 anos, morreu em acidente de carro no Espírito Santo

Vice-campeã brasileira de conjunto, a ginasta Eduarda Mello de Queiroz morreu, aos 17 anos, em um acidente na BR-262, em Viana, região metropolitana do Espírito Santo, no início da manhã deste domingo.

Clique e deixe seu comentário

Também ginasta, e da Seleção Brasileira, Natália Gaudio estava no mesmo automóvel de Eduarda, mas sofreu apenas escoriações leves. Já o condutor do veículo, Luiz Felipe Moroewsky Costa, de 20 anos, foi encaminhado em estado grave para o Hospital São Lucas, em Vitória.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o trio voltava de uma casa noturna em Marechal Floriano,  município da região Sudoeste Serrana do estado. E, por volta das 6 horas (de Brasília), Luiz Felipe perdeu o controle do carro, que rodou, capotou e caiu numa ribanceira, parando apenas após choque em uma árvore.

Eduarda Queiroz estava no banco de trás sem cinto de segurança, assim como o motorista. Natália Gaudio, por sua vez, usava o cinto no banco do carona. A PRF ainda não sabe informar se Luiz Felipe estava alcolizado.

Eduarda Queiroz era filha da ex-técnica da seleção brasileira de conjunto de ginástica rítmica Monika Queiroz, que comandou o Brasil na conquista dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro 2007 e na participação nas Olimpíadas de Pequim 2008. Foi sob o auxílio de sua mãe que ela ficou com o vice-campeonato brasileiro no mês passado. Na mesma competição, em Goiânia, Natália Gaudio sagrou-se bicampeã brasileira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.