Tamanho do texto

Aos 33 anos, o ex-jogador Quentin Moses, a esposa e a filha, morreram em um incêndio na Georgia (EUA)

Quentin Moses, ex-jogador do Miami Dolphins
Reprodução
Quentin Moses, ex-jogador do Miami Dolphins

O ex-jogador do Miami Dolphins, Quentin Moses, morreu após um incêndio em sua própria casa, na cidade de Monroe, estado da Georgia (EUA). Embora tenha sido socorrido ainda com vida, o linebacker não resistiu aos ferimentos. Sua esposa Andria Godard, de 31 anos, e sua filha Jasmine, de dez anos, faleceram no local.

LEIA MAIS: Seis jogadores do Patriots se recusam a visitar Trump na Casa Branca

O incêndio na residêndia de Moses teria iniciado por volta das seis da manhã deste domingo (12). Keith Glass, chefe do departamento dos bombeiros, afirmou que a casa estava completamente em chamas. Quando a polícia e bombeiros locais chegaram no local do incidente, o ex-jogador se encontrava ainda com vida e inconsciente, no entanto, não resistiu e faleceu no hospital.

Quentin Moses teve uma renomada carreira atuando pela Universidade de Georgia, sendo nomeado o MVP do Georgia Bulldogs, em 2005. No mesmo ano, foi campeão universitário. Draftado na terceira rodada pelo Oakland Raiders em 2007, foi trocado com o Miami Dolphins, time que defendeu por quatro temporadas e ganhou o reconhecimento como jogador.

Ao se aposentar, Moses tornou-se assistente técnico pelo time de futebol americano da Universidade de Reinhardt, cargo que exerceu pelos últimos cinco anos.

LEIA MAIS: "Alguém roubou minha camisa de jogo", diz Tom Brady após vitória do Super Bowl

Homenagens

"Nossos pensamentos e orações estão com os amigos e familiares de Quentin Moses", escreveu o Miami Dolphins.

Recentemente eleito para o hall da fama de futebol americano, Jason Taylor, ex-companheiro de equipe de Moses, declarou sua tristeza pela perda do colega. "Meu coração quebra pelo meu ex-companheiro de equipe e amigo Quentin Moses e sua família", escreveu Jason. "Pensamentos, orações e lágrimas. Muito triste. A vida é muito curta".





LEIA MAIS: Anel de campeão do Super Bowl ajuda na vida de 24 crianças na Tailândia

Greg McGarity, diretor de esportes da Universidade de Georgia, declarou uma nota de condolências ao ex-jogador. "Nossos pensamentos e orações estão com a família de Quentin. Nós estamos chocados e tristes com essa trágica notícia. Quentin foi um marcante representante, não somente na Universidade da Georgia, mas também em sua cidade natal de Atenas. Em nome da Atlética da Universidade, damos nossas mais sinceras condolências à sua família."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.