Guia da NFL: quem é quem na AFC Sul

Por Brunno Kono | iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

A calmaria para Houston Texans, Jacksonville Jaguars e Tennessee Titans durou um só ano. Peyton Manning deixou o Indianapolis Colts e a divisão, mas Andrew Luck chegou. A briga entre Colts e Texans promete ser grande

Getty Images
Enquanto o Colts (de azul) é candidato aos playoffs, Jaguars segue estagnado e pode ser lanterna da divisão

HOUSTON TEXANS

Onde joga: estádio Reliant
Campanha em 2012: 12v/4d, derrota na rodada de divisão
Campanha da pré-temporada: 3v/1d
Títulos de Super Bowl: nenhum
Quanto vale: US$ 1,45 bilhão 
Técnico: Gary Kubiak
O craque: J.J. Watt (defensive end)
Torcedor ilustre: George Bush (ex-presidente dos EUA)
Objetivo em 2013: Super Bowl

A janela do Houston Texans está aberta, mas ninguém sabe por quanto tempo. O time do Texas aproveitou a ausência de Peyton Manning em 2011 e o primeiro ano de Andrew Luck em 2012, e dominou a divisão, mas assim que Luck ganhar mais experiência, as coisas podem ficar extremamente complicadas para os times da AFC Sul. No ataque, Matt Schaub e Andre Johnson, dois pilares do ataque, passaram da barreira dos 30 anos e correm contra o tempo para vencer um Super Bowl. Vale a pena ver como será o ano do wide receiver calouro DeAndre Hopkins e da boa dupla de running backs formada por Arian Foster e Ben Tate.

Já a defesa também é equilibrada, tem o melhor defensor da atualidade – J.J. Watt –, terá o retorno de Brian Cushing, a chegada de Ed Reed, campeão com o Baltimore Ravens, e do calouro D.J. Swearinger, que promete ser alguém que vai atrair olhares. O Houston precisa aproveitar enquanto Luck não se torna o monstro que está predestinado a ser. Mais de dez vitórias em 2013 é uma campanha provável.

INDIANAPOLIS COLTS

Onde joga: estádio Lucas Oil
Campanha em 2012: 11v/5d, derrota na rodada de wild card
Campanha da pré-temporada: 2v/2d
Títulos de Super Bowl: 2 (1 como Baltimore Colts)
Quanto vale: US$ 1,2 bilhão
Técnico: Chuck Pagano
O craque: Andrew Luck (quarterback)
Torcedor ilustre: Bruno (goleiro do Palmeiras)
Objetivo em 2013: playoffs

Andrew Luck era considerado o maior prospecto vindo da universidade desde Peyton Manning, lenda do próprio Colts, mas ninguém esperava que ele tomasse as rédeas logo em seu primeiro ano, vencesse 11 jogos e liderasse a equipe rumo aos playoffs. E ele fez tudo isso com uma defesa péssima diante da corrida, ruim contra o passe, um ataque terrestre para lá de razoável e uma linha ofensiva que mal o protegia. Luck é a única razão que deixa o time em posição de ir aos playoffs, e será mais interessante observá-lo neste segundo ano porque Bruce Arians, técnico interino na ausência de Chuck Pagano, está agora com o Arizona Cardinals. Não espere muita coisa da defesa, a terceira pior contra a corrida e uma das dez piores na cobertura na última temporada.

JACKSONVILLE JAGUARS

Onde joga: EverBank Field
Campanha em 2012: 2v/14d
Campanha da pré-temporada: 1v/3d
Títulos de Super Bowl: nenhum
Quanto vale: US$ 840 milhões
Técnico: Gus Bradley
O craque: Maurice Jones-Drew (running back)
Torcedor ilustre: Gene Hackman (ator)
Objetivo em 2013: não passar vergonha

A vida de quem torce pelo Jaguars não é fácil. Em 2013, a equipe de Miami ficou entre as 11 piores da NFL em jardas conquistadas e cedidas, seja por chão ou pelo passe. Há muito trabalho a ser feito, e eles começam 2013, ou pelo menos as quatro primeiras partidas, desfalcados de um de seus principais jogadores de ataque, Justin Blackmon, suspenso após ser pego com substâncias proibidas. Blaine Gabbert, em seu terceiro ano como profissional, terá que mostrar algum tipo de serviço, caso contrário, não será surpresa ver Mika Kafka ou Chad Henne assumindo o batente.

O calendário do Jaguars também não ajuda. Além dos confronto com Texans e Colts, o clube da Flórida tem encontros marcados com San Francisco 49ers, Seattle Seahawks e Denver Broncos. Seria complicada para grande parte dos times, para o Jacksonville é tarefa digna de Chuck Norris.

TENNESSEE TITANS

Onde joga: LP Field
Campanha em 2012: 6v/10d
Campanha da pré-temporada: 1v/3d
Títulos de Super Bowl: nenhum
Quanto vale: US$ 1,05 bilhão
Técnico: Mike Munchak
O craque: Chris Johnson (running back)
Torcedor ilustre: Vince Gill (cantor)
Objetivo em 2013: evolução

Em termos de números, o Titans não foi muito melhor que o Jaguars no ano passado. A diferença é que todos já esperavam isso do Jaguars, enquanto o Tennesse era visto como candidato aos playoffs sob o comando do jovem Jake Locker. À sua disposição, o quarterback terá dois jovens recebedores, Kenny Britt (24 anos) e Kendall Wright (23 anos), e o tight end Delanie Walker, um pouco mais velho, com 29 anos, mas que passou alguns bons anos no San Francisco 49ers ao lado de Vernon Davis, um dos melhores da posição na NFL. Chris Johnson soma 6.888 jardas terrestres de 2008 para cá, então enquanto Locker faz a transição de “quero ser o cara” para “sou o cara”, o running back deve ter que carregar o time. É cedo para falar em playoffs. Vencer mais do que seis jogos está de bom tamanho.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas