Publicidade
Publicidade - Super banner
Mais Esportes
enhanced by Google
 

Com dores, brasileira Fabiana Murer é superada por Isinbayeva

Atleta russa saltou 4,85m, em sua melhor marca na temporada. Murer saltou 4,60m e ficou em quinto em evento na Ucrânia

Gazeta |

Algoz da russa Yelena Isinbayeva no Mundial Indoor de 2010, Fabiana Murer reencontrou a recordista mundial na tarde deste sábado, no Pole Vault Stars, evento realizado na cidade ucraniana de Donetsk. Com dores nas costas e no glúteo, a brasileira acabou superada.

Com um salto de 4,85m, melhor marca da temporada, Isinbayeva garantiu a vitória. A polonesa Anna Rogowska registrou 4,70m e ficou com o segundo lugar, seguida pela compatriota Monika Pyrek e pela checa Jirina Ptacnikova, que terminaram com os mesmos 4,60m.

Fabiana Murer também saltou 4,60m, mas alcançou a marca apenas na segunda tentativa e terminou na quinta posição. As dores sentidas pela saltadora brasileira são resultado de uma lesão sofrida em Stuttgart, na Alemanha. Durante um treino, a atleta caiu de costas em cima do sarrafo.

De volta a Malmo, na Suécia, Murer passou a semana treinando e recebeu orientações de Cristiano Laurino, médico da equipe. Ela melhorou e resolveu competir na Ucrânia, mas a longa prova, com quase cinco horas de duração, comprometeu as condições físicas da brasileira.

"Apesar de medicada pelo Cristiano e da avaliação de que podia competir, Fabiana sentiu dor na base da coluna. Por isso, decidimos voltar para Malmo, ficar treinando e cancelar a participação em Bydgoszcz, para ver se ela se recupera a tempo de competir em Estocolmo", informou o técnico Élson Miranda.

A competição em Bydgoszcz-POL será no dia 16 e a de Estocolmo-SUE, no dia 22. Em sua estreia na temporada indoor, Fabiana saltou 4,74m e levou o ouro no Millrose Games, realizado em Nova York no final de janeiro. Na segunda prova do ano, em Stuttgart, ela saltou 4,64m.

Bicampeã olímpica e recordista mundial com a marca de 5,06m, Yelena Isinbayeva tenta recuperar a velha forma após fazer um recesso de dez meses, iniciado depois de resultados inexpressivos no Mundial de Berlim-2009 e no Mundial Indoor de Doha-2010.

O Pole Vault Stars não foi bom para os brasileiros. Fábio Gomes da Silva, também da BM&FBovespa, zerou em suas três tentativas com o sarrafo a 5,45m. O francês Renaud Lavillenie venceu a competição masculina ao saltar 5,93m, melhor marca do mundo em 2011.

Leia tudo sobre: murerisinbayevasalto com varaPole Vault Stars

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG