Publicidade
Publicidade - Super banner
Mais Esportes
enhanced by Google
 

Classe Star corre o risco de ficar fora do Rio-2016

Altos custos e o fato de ter que se adaptar à presença da mídia foram os argumentos utilizados pela Isaf

Gazeta Esportiva |

A classe Star, categoria da vela que mais conseguiu medalhas olímpicas para o Brasil, corre o risco de não participar dos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016. Isto porque os altos custos e o fato de ter que se adaptar à presença da mídia foram os argumentos utilizados pela Isaf (Federação Internacional da Vela) para excluir, em votação, o esporte da competição.

Órgão responsável pela categoria, a Star Class se mostrou contra a decisão e mais uma votação em maio pode salvar a classe Star nas Olimpíadas de 2016. Este esporte na vela foi o que mais deu medalhas ao Brasil nos Jogos, sendo que cinco das 16 conquistadas ao longo da história da competição foram na Star.

"Entendemos os desafios para tentar fazer com que o esporte fique mais atrativo à mídia. Acreditamos que a Star pode dar uma contribuição única nesta área. Os campeões da Star são os mais conhecidos, e exclui-los das Olimpíadas é impedir a mídia de mostrar as estrelas do esporte. Além disso, um dos objetivos da comissão olímpica é a diversidade de físicos. De todos os barcos, o da Star é o que tem velejadores com pesos mais diferentes", declarou a Star Class, em um comunicado publicado em seu site.

Confira as medalhas conquistadas pelo Brasil na classe Star da vela:

Seul-1988: Torben Grael/Nelson Falcão - Bronze
Atlanta-1996: Torben Grael/Marcelo Ferreira - Ouro
Sidney-2000: Torben Grael/Marcelo Ferreira Star - Bronze
Atenas-2004: Torben Grael/Marcelo Ferreira Star - Ouro
Pequim-2008: Robert Scheidt/Bruno Prada Star - Prata

Leia tudo sobre: outros esportes - velario 2016

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG