Publicidade
Publicidade - Super banner
Mais Esportes
enhanced by Google
 

Cielo vence os 100m livre e bate recorde no Open de natação

Com nova marca do campeonato, nadador afirma estar no trilho certo para disputar o Mundial de piscina curta

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854397671&_c_=MiGComponente_C

Recordista mundial e campeão olímpico e mundial, César Cielo ganhou mais uma medalha de ouro para a sua coleção. Nesta manhã, ele venceu os 100m livre no torneio Open de natação, em Guaratinguetá, disputado em piscina curta, de 25 metros. A competição serve como preparação para o Campeonato Mundial, a partir de 15 de dezembro, em Dubai.

Cielo liderou desde a primeira virada, bateu com um corpo de vantagem e completou a prova em 46s87, estabelecendo novo recorde do torneio (a marca anterior era de 47s75, de Guilherme Roth, de 2005). Cesão ficou um segundo acima de seu melhor tempo, os 45s87 que ele fez no Troféu José Finkel, marcando novo recorde sul-americano e assegurando índice para o Mundial. O pódio dos 100m livre foi completado por André Daudt, com a medalha de prata, e Nicholas dos Santos, com o bronze.

Divulgação
Cielo larga para os 100m livres no torneio em Guaratinguetá, interior de São Paulo

Cielo gostou do desempenho. "Está bom em uma piscina em que a baliza não é tão grande e não tem controle de marola. O tempo foi dentro do que eu estava esperando. Acho que estou no trilho certo para chegar a Dubai bem", afirmou.

Ele não havia ficado satisfeito com o seu tempo no Brasileiro Sênior, classificatório para o Open de natação. Na tarde de quinta-feira, Cesão completou o percurso com 47s83 e disse ter errado em todas as viradas. Apesar das falhas, ele venceu a prova e avançou com o melhor tempo. Nesta manhã ele encaixou as viradas e dominou com tranquilidade.

O atleta já sabe quais erros deve consertar para o Mundial de piscina curta e qual o caminho até a competição. "Tenho de passar mais forte. Passar os primeiros 50 metros em 21 segundos. Tenho de tirar 60 a 80 centésimos desse tempo de hoje para o Mundial. Ainda não gostei das minhas viradas. Vou trabalhar nos detalhes", analisou. "Agora vamos fazer o que precisar no momento, acho que descansar para a perna não pesar tanto e os 50 primeiros metros saírem mais fáceis", completou.

O nadador ainda volta para a piscina curta de Guaratinguetá nesta quinta-feira. Á tarde, ele disputa os 50m livre no Brasileiro Sênior, competição para atletas nascidos a partir de 1990.

Outros resultados
No primeiro dia de finals do Open de natação, Fabíola Molina ficou com o primeiro ouro, nos 50m costas (27s63). Na prova masculina, o vencedor foi Gabriel Mangabeira (24s27 - recorde do campeonato).

Já nos 100m livre para mulheres, Tatiana Lemos Barbosa fez um belo duelo com Flávia Delaroli. Em uma prova equilibrada, Tatiana abriu vantagem nos últimos 25 metros e garantiu o ouro (53s55).

Nos 200m peito também teve uma boa briga. Tales Cerdeira fcou com o ouro (2min08s09 - recorde do campeonato), seguido por Henrique Barbosa (2min08s79) e Felipe França (2min09s70). No feminino, a vitória foi de Tatiana Sakemi (2min31s44).

Nas provas de medley, Joanna Maranhão bateu Larissa Cieslak nos 200m medley nos metros finais (2min15s24) e André Shultz venceu com mais tranquilidade no masculino (1min55s65 - recorde do campeonato).

Para fechar a manha. Lucas Kanieski foi ouro nos 1500m (15min53s52 -r recorde do campeonato).

Leia tudo sobre: outros esportes - natação

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG