Ainda não foi aquela virada certinha que eu quero fazer, mas esses 21s13 são muito bem-vindos para este final de preparação, comentou o nadador

O nadador Cesar Cielo deixa Guaratinguetá com o sentimento de dever cumprido. Nos dois torneios simultânes que ocorreram esta semana no interior paulista, o atleta do Flamengo conquistou seis medalhas de ouro. Foram duas em cada uma das provas disputadas pelo Troféu Daltely Guimarães, o Brasileiro Sênior, e pelo Open de Natação. Este é o último teste do brasileiro antes do Mundial de Piscina Curta, em Dubai, entre os dias 15 e 19 de novembro.

Neste sábado, Cielo fez questão de abrir o revezamento 4x50m livre do Flamengo, pois queria treinar a virada e nadar ida e volta sem respirar, com o objetivo de baixar os tempos vencedores do Sênior (21s31) e do Open (21s46). Ele marcou 21s13, ajudando sua equipe a conquistar a medalha de prata.

"Saio daqui com um resultado mais positivo na minha prova e isso é muito bom. Ainda não foi aquela virada certinha que eu quero fazer, mas esses 21s13 são muito bem-vindos para este final de preparação", comentou o nadador, que viaja para o Kwait na próxima quarta-feira, e depois segue para Dubai no dia 13.

Além das vitórias nos 50m livre, Cielo saiu campeão dos 100m, com 47s83 no Sênior e 46s87 no Open. Ele também levou outra medalha de prata pelo Flamengo, nos 4x100m livre, e foi ouro nas duas provas dos 50m borboleta. "O Nicholas, que é o cara do borboleta, ainda está pesado por causa dos treinos para o Mundial", explicou. "O importante foi o pódio duplo para o Flamengo. Tentei fazer meu melhor, mas essa prova para mim aqui é mais brincadeira, só pra somar pontos para o Flamengo", reconheceu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.