Após parecer da UCI, Armstrong pode ter que pagar até R$ 25 milhões

Ex-ciclista corre o risco até mesmo de ser preso, por falso testemunho, já que antes havia negado participar de um esquema de doping

Gazeta |

Depois de receber a notícia de que a UCI (União Internacional de Ciclismo, sigla em inglês) aceitou o relatório da Usada (Agência Antidoping dos Estados Unidos, em inglês) e confirmou sua banição do esporte e a perda de seus títulos, Lance Armstrong já deve começar a preparar o bolso. Entre multas, processos e fiança, o até então heptacampeão da Volta da França pode ter que desembolsar R$ 25 milhões.

Leia mais:  "Lance Armstrong não tem mais lugar no ciclismo", diz presidente da UCI

No fim de agosto, a Federação Francesa de Ciclismo (FFC) solicitou que Armstrong devolvesse aproximadamente R$ 7 milhões que ganhou como prêmio por suas vitórias na Volta da França, maior competição do esporte. O norte-americano de 41 anos ainda pode ter que pagar R$ 15 milhões SCA Promotions, que o patrocinava durante os campeonatos.

Fotos:  Relembre casos de atletas que caíram no doping e foram punidos

Armstrong corre o risco até mesmo de ser preso, por falso testemunho, já que antes havia negado participar de um esquema de doping encabeçado pelo preparador italiano Michelle Ferrari. Se for condenado, o valor a ser desembolsado é de R$ 3 milhões.

O processo por doping fez Armstrong perder seus patrocinadores, tendo uma queda de aproximadamente R$ 300 milhões em sua renda. Entretanto, segundo a revista note-americana Forbes , o ciclista ainda tem furtuna estimada em cerca de R$ 260 milhões.


    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: uciciclismodopingLance Armstrong

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG