Publicidade
Publicidade - Super banner
Mais Esportes
enhanced by Google

UCI aguarda posição oficial para se pronunciar sobre o caso de Armstrong

União Ciclística Internacional disse que irá esperar o pronunciamento da agência antidoping dos Estados Unidos antes de fazer comentários a respeito das punições ao americano

EFE | - Atualizada às

EFE

AP
Lance Armstrong não irá se defender das acusações de doping da USADA

A UCI (União Ciclística Internacional) anunciou nesta sexta-feira que vai esperar a chegada da decisão "ponderada" da USADA (sigla em inglês para Agência Antidoping Americana), sobre as punições a Lance Armstrong, para depois se pronunciar. Em comunicado, a entidade informou que está ciente da decisão do ciclista americano de renunciar da possibilidade de se defender das acusações de doping que a USADA interpôs contra ele. A entidade anunciou nesta sexta-feira que irá retirar todos os títulos obtidos por Armstrong a partir de 1998, entre eles as sete conquistas da Volta da França, além de baní-lo do ciclismo, por uso de doping.

Você acha justa a punição para Lance Armstrong? Opine!

A UCI também apontou conhecer a decisão da USADA. Como a entidade antidoping americana reivindicou sua jurisdição no caso, a UCI afirma esperar que a divulgação das decisões da agência americana. "Logo não há mais nada a comentar", aponta a nota.

Veja também: Lance Armstrong é banido do ciclismo e perde seus 7 títulos da Volta da França

Após conhecer a decisão de Armstrong de não apresentar defesa ao processo contra ele, a USADA anunciou através do diretor-executivo, Travis Tygart, que ainda hoje ele pode ser banido do esporte. Tygart ainda informou que, de acordo com o código da WADA (sigla em inglês para Agência Mundial Antidoping), Armstrong também perderia a medalha de bronze conquistada nos Jogos Olímpicos de Sydney, em 2000.

Leia também: Processo de Lance Armstrong contra Agência Antidoping dos EUA é rejeitado

O diretor-executico afirmou que a USADA tem poder de retirar os títulos, embora o ex-ciclista e seus advogados questionem a decisão. Até então, a UCI havia respaldado o americano em sua decisão de desafiar a USADA. Tygart disse ontem, entretanto, que a UCI "está obrigada a reconhecer" sua decisão.

Veja fotos da carreira de Lance Armstrong


A entidade antidoping dos Estados Unidos acusa Armstrong de ter utilizado substâncias proibidas de forma sistemática desde 1996. Entre elas, estariam eritropoietina (EPO), esteroides e uso de transfusões de sangue, que permitiram aumentar seu rendimento esportivo. O ciclista reiterou na renúncia de sua defesa que ele passou por mais de 600 exames realizados em sua carreira profissional sem que nada tivesse sido comprovado contra ele.

Leia tudo sobre: CiclismoLance ArmstrongDoping

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG