Mark Cavendish foi o primeiro a chegar à avenida Champs Elysee neste domingo, mas liderança não foi alterada

Agência Estado

O britânico Bradley Wiggins confirmou neste domingo o primeiro título da Grã-Bretanha na história da principal competição do ciclismo mundial, a Volta da França. Na última etapa, que tradicionalmente pouco altera a classificação final, ele viu seu compatriota e companheiro da equipe Sky, Mark Cavendish, chegar em primeiro, com o tempo de 3h08min07s, e comemorou a conquista.

Com a camisa amarela do líder e a bandeira britânica, Wiggins comemora o título do Tour
Reuters
Com a camisa amarela do líder e a bandeira britânica, Wiggins comemora o título do Tour

O título de Wiggins foi assegurado no último sábado, quando ele venceu a última prova contra o relógio e aumentou a diferença na liderança geral, abrindo 3min21s sobre outro compatriota e companheiro de equipe: Christopher Froome, que terminou a competição em segundo.

Esta foi a primeira vez que dois ciclistas do mesmo país terminaram nas primeiras colocações desde 1984, quando os franceses Laurent Fignon e Bernard Hinault foram campeão e vice, respectivamente. Na edição de 2012, o italiano Vincenzo Nibali, da equipe Liquigas, completou o pódio.

A última etapa também confirmou a superioridade da Sky, soberana durante toda a competição. Das 20 etapas disputadas, seis foram vencidas por ciclistas da equipe, sendo três triunfos de Cavendish, dois de Wiggins e um de Froome.

Cavendish, aliás, confirmou neste domingo que é um dos maiores ciclistas da história em prova decididas no sprint. Ele conquistou sua 23ª vitória em uma etapa da Volta da França, ultrapassando o norte-americano Lance Armstrong, que venceu 22 etapas ao longo de sua carreira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.