Publicidade
Publicidade - Super banner
Mais Esportes
enhanced by Google
 

Bronze no Rio, triatleta Juraci Moreira busca classificação para o Pan-2011

No próximo ano estão previstas 21 provas, apenas quatro no Brasil, incluindo o Mundial Militar

Gazeta Esportiva |

Com participação em três olimpíadas e com foco para a sua quarta disputa seguida, em Londres-2012, o triatleta Juraci Moreira terá com prioridades em 2011 a participação em duas importantes disputas, além das seletivas olímpicas. Ele representará o Brasil nos Jogos Mundiais Militares, em julho, no Rio de Janeiro, e busca vaga para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México, em outubro.

"No Mundial Militar será uma honra representar o Exército. Sou sargento formado no ano passado e quero estar muito bem preparado. Para os Jogos Pan-americanos, quero muito essa nova vaga e brigar por uma nova medalha", afirma o competidor, bronze no Pan do Rio-2007.

No próximo ano estão previstas 21 provas, apenas quatro no Brasil, incluindo o Mundial Militar. "Tem duas com sabor especial e logo no começo da temporada, o Mundialito de Triathlon Rápido, prova que sempre estive presente e que se torna muito importante por ser televisionada ao vivo para todo o Brasil e para mais de 50 países. É a melhor forma de difundirmos o triathlon. E em fevereiro tem o Sesc Caiobá, onde sou pentacampeão", falou Jura.

A primeira disputa será logo no dia 9 de janeiro, com o Viña Del Mar ITU Triathlon Pan-American Cup, no Chile, onde foi campeão em 2008. Uma semana depois, é a vez do Mundialito de Triathlon, em Santos. No total, serão 14 países, incluindo China e Coréia do Sul.

"Meu grande objetivo é estar na equipe brasileira na Olimpíada de Londres. Então, tenho de estar bem posicionado no ranking olímpico, que só vai ser decidido em 2012, mas 2011 é fundamental para alcançar este feito e tenho de competir bem nas provas mundo afora", explica o triatleta de Curitiba, mas que atualmente mora e treina em Campinas.

Triatleta quer ano produtivo - Juraci espera ter um ano bem produtivo e quer passar bem longe das lesões. Em 2010, ele teve dois momentos distintos, que o impediram de participar de diversas provas. Logo no começo do ano, após o novo título do Mundialito de Triathlon Rápido, ele decidiu parar e tratar as lesões nos dois tendões calcâneos, que atrapalhavam sua performance desde antes da Olimpíada de 2008.

Foram quatro meses sem disputas e praticamente recomeçou do zero, voltando no final de junho. Em outubro veio a recompensa, com a vitória no Mombasa ITU Triathlon African Cup, no Quênia, dia 19 de setembro. A conquista ratificou o retorno do triatleta à velha forma e com condições de figurar nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, seu grande objetivo.

 "Foi uma prova marcante, pois voltei a vencer no exterior. Foi tudo perfeito. Marquei 200 pontos para o ranking ITU points list, que define quem larga nas etapas válidas para o ranking olímpico e subi da 227ª posição para a 169, marcando a minha volta definitiva ao Circuito Mundial e a busca pela vaga olímpica", recorda.

Na sequência, Jura foi bronze no Ibero-Americano, na Colômbia. Mas logo depois, no Pan-Americano, no México, sofreu uma contratura na panturrilha direita, que o obrigou a abandonar a prova e voltar ao estaleiro. A nova lesão atrapalhou os planos de já encerrar o ano numa boa posição no ranking olímpico. "Estava fazendo uma prova boa e poderia conseguir um ótimo resultado", lamenta o triatleta, mas mostrando muita confiança no retorno para 2011. "Será um ano de conquistas", adiantou.

Leia tudo sobre: outros esportes - atletismo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG