Tamanho do texto

Competição reúne 20 países na cidade mexicana de Monterrey entre os dias 8 e 12 de dezembro

Uma semana agitada na Arena Monterrey, no México, para André Bilia e os irmãos Márcio e Marcel Wenceslau. Os lutadores de taekwondo representam o Brasil no Pan-americano do esporte, que reúne 20 países na cidade mexicana entre os dias 8 e 12 de dezembro.

Nesta sexta-feira, os brasileiros entram no tatame pelas oitavas de final do evento, que traz as potências do taekwondo do continente. Atleta da categoria até 58 kg, Márcio enfrentará Julio Antônio Flores Lopez, da Guatemala.

"O nível dos esportistas que estão competindo, não nos surpreende. São seleções muito fortes e completas. Estou satisfeito com o trabalho que fiz para chegar até aqui, e isto me deixa confiante para enfrentá-los", comentou ele.

Já Marcel, categoria até 68 kg, lutará com Mauricio Borjas, de Honduras. "Buscamos sempre nossa própria superação, tanto de limites, quanto de resultados; e é o que vim fazer no México", disse Marcel.

André Bilia, atual campeão Sulamericano, confrontará com o venezuelano Carlos Vasques, pela categoria até 80 kg. "Na minha categoria, os adversários mais fortes são da Argentina, Canadá, Venezuela e México, fora outros países que podem surgir e revelar atletas técnicamente bons", reconheceu Bilia. "Sinto que estou preparado para competir, e conseguir um bom resultado", completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.