País somou 45 medalhas de ouro, 33 de prata e 36 de bronze. China ficou em segundo lugar, com 37 ouros, 28 pratas e 34 bronzes

A quinta edição dos Jogos Mundiais Militares se encerrou neste domingo no Rio de Janeiro. Depois de ver a China liderar o quadro geral de medalhas durante boa parte da competição, o Brasil conseguiu um desempenho muito forte durante as provas do último dia e passou ao primeiro lugar.

O Brasil ultrapassou os chineses após vencer as finais do futebol feminino, basquete, hipismo, taekwondo e no vôlei praia e de quadra em ambos naipes, além de várias outras medalhas de prata e de bronze nas decisões durante o final de semana.

No final da contagem, o Brasil somou 45 medalhas de ouro, 33 de prata e 36 de bronze. Um dos destaques foi o boxeador Gidelson de Oliveira, o 'Caveirão', que venceu sua luta final da categoria super-pesado (+91kg) no sábado tendo a mão fraturada, sendo muito apoiado pela torcida local.

A China ficou em segundo lugar, com 37 ouros, 28 pratas e 34 bronzes. Muito abaixo em número total de medalhas veio a Itália, no terceiro lugar, com 14 ouros, 13 pratas e 24 bronzes. Polônia e França completam o grupo dos cinco primeiros países mais vitoriosos na 5ª edição dos Jogos Mundiais Militares.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.