Jornal "The New York Times" publica trechos da biografia do ex-lutador, que revela abuso de ex-treinador

O ex-campeão mundial de boxe Sugar Ray Leonard sofreu abuso sexual antes de disputar as Olimpíadas de Montreal, em 1976 , por um antigo treinador cujo nome não foi divulgado. A informação é uma das mais importantes na autobiografia do lutador, chamada “The Big Fight: My Life In and Out of the Ring" (ainda sem título em português) e que será lançada no próximo mês. Trechos do livro foram divulgados pelo jornal "The New York Times".

Cinco vezes campeão mundial em cinco categorias diferentes (médios, médio-ligeiro, supermédios, meio-médio-ligeiros e meio-pesado), Leonard abriu o coração na biografia, escrita em parceria com Michael Arkush. Ele não escondeu nada, contando que cresceu em uma família com problemas de alcoolismo e violência doméstica, além de ter sobrevivido a um acidente de carro com sua mãe e que quase se afogou nadando em um lago quando criança.

Sugar Ray Leonard lançará uma polêmica autobiografia em junho, onde revela ter sofrido abuso sexual
Getty Images
Sugar Ray Leonard lançará uma polêmica autobiografia em junho, onde revela ter sofrido abuso sexual

Mas a grande bomba do livro aparece mesmo na página 38. Quando estava se preparando para disputar os Jogos Olímpicos de Montreal, em 1976 , ele conversava com um famoso treinador, com cerca de 40 anos, em um carro, num estacionamento abandonado em frente a um centro de recreação. Depois de lhe dizer o quanto a medalha de ouro significaria em seu futuro, o treinador não identificado cometeu o abuso. "Eu não gritei, não olhei para ele. Abri a porta do carro e saí correndo", descreveu Leonard no livro.

Nesta terça-feira, Sugar Ray Leonard não quis fazer maiores comentários sobre o polêmico trecho da biografia. Porém, muitos de seus contemporâneos no boxe ficaram espantados com a notícia. "Esta é a primeira vez que ouço isso e conheço Sugar Ray desde que ele era um  garoto", disse David Jacobs, um de seus treinadores ao longo da carreira. "Ele nunca comentou nada comigo, mas nunca falávamos sobre nada que não fosse boxe", afirmou o veterano Angelo Dundee, ex-treinador de Muhammad Ali e que comandou a equipe técnica de Sugar Ray.

Relembre a campanha de Sugar Ray em nas Olimpíadas de Montreal-76 . E veja, no vídeo abaixo , trecho da luta entre o ex-campeão mundial norte-americano e Roberto Durán, em 1980, quando o panamenho pronunciou a histórica frase: "Não mais, não mais":

null

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.