Tamanho do texto

Os dois lutadores protagonizaram combates épicos na década de 70. Frazier, que está com câncer, foi o primeiro a bater Ali

O mítico pugilista Muhammad Ali deixou a rivalidade de lado e afirmou, nesta segunda-feira, que está rezando por seu velho grande oponente Joe Frazier, que está em fase terminal de um câncer de fígado.

Veja também: Após provocações, Floyd Mayweather poderá enfrentar Pacquiao

"As notícias sobre Joe são difíceis de acreditar e pior ainda de aceitar. Joe é um guerreiro, um campeão, e eu estou rezando por ele", disse Ali, que sofre de Parkinson.

Leia também: Estreia do UFC na Globo terá Galvão Bueno e Belfort comentarista

Ambos protagonizaram lutas épicas na década de 70. Frazier, inclusive, foi o primeiro a bater Ali. E, tal feito, obtido em 1971 no Madison Square Garden (em Nova York), ficou conhecido como a 'Luta do Século'.

E ainda: Boxeador sul-africano morre 4 dias após luta por título

À época dos embates, eclodiu uma rivalidade ferrenha entre a dupla, a qual extrapolava os limites do ringue e se refletia em ataques verbais. Recentemente, Ali (que chamou seu adversário de 'gorila', entre outras ofensas) tentou uma aproximação afirmando que "dissera coisas motivadas pelo calor do momento".

null