Publicidade
Publicidade - Super banner
Mais Esportes
enhanced by Google
 

Michael e Abel pesam e estão prontos para o Desafio Internacional

Brasil e Argentina fazem duelo no Desafio Internacional de Boxe pelo cinturão sul-americano dos Super Médios

Gazeta Esportiva |

O brasileiro Michael Oliveira e o argentino Abel Adriel participaram nesta quinta-feira, da pesagem oficial antes do Desafio Internacional de Boxe, valendo o título interino latino dos Super Médios pelo Conselho Mundial de Boxe (WBC). A luta de dez rounds será realizada nesta sexta-feira, às 19h30 (horário de Brasília).

O que normalmente é um momento de provocações desta vez foi inesperadamente calmo. Os lutadores foram simpáticos um com o outro, mas ressaltaram que estão preparados para o combate.

"Trabalhei forte para isso, treinei em três períodos para poder chegar aqui e enfrentar meu adversário em boas condições. Agora, que vença o melhor. Cada um quer fazer o seu melhor e não poderia ser diferente. Espero que seja a minha noite", ressaltou Michael, 75,9 kg, que mora nos Estados Unidos e é conhecido como o "Rocky Brasileiro".

"El Principito", como é chamado Adriel, pesou 75,5 kg e também está confiante. O pugilista fez questão de agradecer a recepção do povo brasileiro, mas frisou que fez a melhor preparação de sua vida.

"Quero fazer um bom espetáculo para retribuir o carinho e defender as cores do meu país. Mesmo sendo minha estreia nesta categoria, Super Médio, fiz um treinamento específico com meu treinador para conseguir sucesso. Acho que ambos estão prontos para espetáculo e o público verá uma grande luta", declarou o argentino.

O clima era tão descontraído que os lutadores preferiram minimizar a rivalidade entre Brasil e Argentina. "Isto é mais para a torcida. Foram muitas pessoas que pediram para ganhar porque o adversário é argentino. Mas em cima do ringue isso não vale, vale sim a preparação, determinação e garra, características dos dois países", disse o brasileiro.

"Sempre sobra um pouco, não importa a modalidade esportiva. Mas tem de servir como motivador e não como provocação, pois assim todos ganham. Vale a confiança e isso não me falta", finalizou Adriel, que compareceu à entrevista coletiva com a camisa da seleção argentina.

Leia tudo sobre: boxemichael de oliveiraabel adriel

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG