Lutador filipino afirmou que não conseguia mais golpear de direita após o 3° round. Equipe fez pedido para usar analgésico, mas a Comissão Atlética de Nevada vetou

Manny Pacquiao, ao lado de seu treinador Freddie Roach, concede entrevista coletiva após perder para Mayweather
AP Photo/John Locher
Manny Pacquiao, ao lado de seu treinador Freddie Roach, concede entrevista coletiva após perder para Mayweather

Apontado por muitos fãs e até outros esportistas, como o surfista Kelly Slater e o também pugilista Esquiva Falcão, como o vencedor da " luta do século ", Manny Pacquiao afirmou após a derrota para Floyd Mayweather Jr. que uma lesão no ombro direito comprometeu seu desempenho.

Veja como foi o duelo:  Mayweather vence Pacquiao por pontos na "luta do século"

"Faz parte do esporte. Eu não quero criar desculpas, reclamar ou qualquer outra coisa, mas é difícil lutar com uma mão só", declarou o filipino após a luta. O treinador de Pacquiao, Freddie Roach, e o promotor Bob Arum não deram maiores detalhes sobre a lesão, sofrida em meados de março, mas afirmaram que cogitaram adiar o combate.

Manny e sua equipe ainda pediram autorização da Comissão Atlética de Nevada para utilizar um analgésico que o boxeador já vinha usando nos treinos, mas tiveram o pedido negado.

"Não tínhamos consciência desta lesão até as 18h30 de ontem. As medicações que ele vinha tomando estavam descritas no questionário médico, mas a lesão em si, não. Esta não é nossa primeira luta. Este é o nosso negócio. Existe um processo, e quando você tenta 'ferrar' com o processo, não vai funcionar para você", disse Francisco Aguilar, chefe da Comissão. "Tomei a decisão de não permitir, dado o momento em que o pedido foi feito", completou.

Apesar da lesão de Pacquiao, Arum declarou que não se arrepende de ter colocado um lutador que não estava 100% no ringue. "Ficamos decepcionados quando a contusão apareceu de novo no 3° round, mas é sempre assim no esporte. Os caras se machucam nos treinos. Eles lidam com a lesão, pensam que a dominaram e depois se lesionam de novo no jogo. Acontece no futebol. Acontece em qualquer esporte."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.