Morre ex-boxeador porto-riquenho Héctor "Macho" Camacho

Camacho teve a sua morte cerebral decretada na última quarta-feira e sobrevivia com o suporte de aparelhos. Ex-boxeador foi baleado no rosto em Bayamón, em Porto Rico

iG São Paulo | - Atualizada às

AP
Héctor Camacho chega ao hospital após ser baleado em Porto Rico

O ex-boxeador porto-riquenho Hector "Macho" Camacho foi declarado morto no sábado, três dias depois de ser baleado no rosto, segundo informações da AP.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Camacho teve sua morte cerebral decretada na última quarta, dia 21. Neste sábado os aparelhos que mantinham o ex-atleta vivo foram desligados, após sofrer um novo infarto.

O porto-riquenho foi baleado no rosto e viu um amigo que o acompanhava morrer após serem alvejados perto de um comércio em Bayamón, cidade próxima a San Juan, capital de Porto Rico.

Leia mais:  Héctor "Macho" Camacho sofre morte cerebral, diz jornal

Tricampeão mundial dos pesos ligeiro, Camacho foi um dos principais pugilistas nas décadas de 80 e 90. Aos 50 anos de idade, ele tem enfrentado a justiça recentemente por acusações de furto, posse de drogas e violência doméstica. Um dos últimos casos foi em março de 2011, quando, segundo as autoridades, ele agarrou seu filho por trás e atirou-o no chão. Camacho encerrou a sua gloriosa carreira como boxeador com 79 vitórias, seis derrotas e três empates.

Veja fotos das personalidades do esporte que morreram em 2012:


    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: héctor macho camachoboxemorte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG