Ex-campeão de boxe revela que foi internado à força em hospital psiquiátrico

Frank Bruno, que foi campeão do mundo em 1995 e perdeu o cinturão para Tyson no ano seguinte, esteve duas vezes em tratamento e se diz doente

iG São Paulo | - Atualizada às

O ex-boxeador Frank Bruno, campeão mundial dos pesos pesados em 1995, revelou que foi internado duas vezes, contra a sua vontade, em um hospital que trata de doentes mentais. Ele confirmou que tem um problema, embora não o tenha especificado.

Você gosta de boxe ou prefere MMA? Opine e entre no debate com os leitores

Getty Images
Frank Bruno em foto de julho de 2008

O britânico foi internado pela primeira vez no dia 13 de abril deste ano, mas foi liberado uma semana depois. Mais tarde, no dia 6 de maio, ele voltou a ser internado à força e lá permaneceu por cinco semanas. "Doença mental é uma coisa muito forte", disse ele.

Leia mais: Boxeador britânico derruba seis ladrões que tentaram levar seu carro

Bruno teve um colapso nervoso em 2003 e desde então tem lutado contra o problema. "Se isso (doença mental) está com você, vai permanecer com você até sua morte. Essa deve ser a luta mais difícil que eu já enfrentei, mas farei todo o possível para vencer".

Leia mais notícias sobre boxe no canal da modalidade no iG Esporte

Atualmente com 50 anos, o ex-boxeador atingiu o auge da carreira no dia 2 de setembro de 1995, quando conquistou o título mundial dos pesos pesados do CMB (Conselho Mundial de Boxe) ao vencer Oliver McCall por pontos. Porém, no dia 16 de março de 1996 ele perdeu o cinturão ao ser nocauteado por Mike Tyson.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: frank brunomike tysonboxecmb

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG