Desafiante Manuel Charr sangrou bastante, perdeu pela primeira vez na carreira e não gostou da decisão dos árbitros

Vitali Klitschko manteve o cinturão dos pesos pesados
AP
Vitali Klitschko manteve o cinturão dos pesos pesados

O ucraniano Vitali Klitschko derrotou neste sábado o alemão Manuel Charr e manteve o cinturão dos pesos pesados do Conselho Mundial de Boxe. Em combate realizado em Moscou, o pugilista castigou seu oponente e a arbitragem foi obrigada a interromper a luta no quarto assalto.

E MAIS:  Popó quer luta contra Michael na Fonte Nova e promete nocaute no 3º round

Foi a 17.ª defesa de título de Klitschko, que mostrou mais uma vez não ter rivais à altura. O ucraniano tem 45 vitórias em 47 combates disputados, sendo 41 por nocaute, e pode ter dado adeus aos ringues neste sábado. Aos 41 anos, ele já anunciou que pretende se dedicar à carreira política em um futuro breve.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros internautas

A luta estava programada para 12 assaltos, mas foi interrompida quando faltava pouco menos de um minuto para o fim do quarto por conta de um sangramento profundo no supercílio de Charr, fruto dos diversos golpes levados pelo alemão no local. Foi a primeira derrota do pugilista, que não gostou da decisão dos árbitros.

Manuel Charr sangrou bastante no duelo
AP
Manuel Charr sangrou bastante no duelo

Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.