Publicidade
Publicidade - Super banner
Mais Esportes
enhanced by Google

Associação de Boxe rejeita recurso e mantém prata de Esquiva em Londres

Esperança do COB era que erro de arbitragem pudesse dar ao brasileiro o ouro concedido ao japonês Ryoto Murata

iG São Paulo | - Atualizada às

A Aiba (Associação Internacional de Boxe Amador) negou o pedido foi pelo COB (Comitê Olímpico Brasileiro) para revisar o resultado da final olímpica dos peso médios , em que o japonês Ryoto Murata venceu, de maneira polêmica, o brasileiro Esquiva Falcão por um ponto de diferença e ficou com a medalha de ouro nos Jogos de Londres.

Você acha que Esquiva mereceu o ouro ou a prata acabou sendo justa? Opine!

O COB alegou ter feito o pedido à Aiba na sexta-feira passada com base nas notícias de que o árbitro polonês Mariusz Gorn teria se arrependido de aplicar a punição que custou dois pontos a Esquiva, em conversa relatada pelo oficial brasileiro Jones Kennedy, que trabalhou nas Olimpíadas.

RELEMBRE:  Esquiva perde por um ponto após punição polêmica e fica com a prata

EFE
Esquiva foi prata, enquanto Murata levou o ouro

A Aiba, porém, negou a veracidade do diálogo. Em resposta ao COB, o diretor executivo da Associação Internacional de Boxe Amador, Ho Kim, afirmou ter presenciado a conversa e que nela o árbitro polonês apenas indicou ter simpatizado com o atleta brasileiro, e o quanto decepcionante era para um boxeador perder a final dos Jogos Olímpicos por um ponto.

MAIS:  Brasil quebra tabus e vira o ‘país da luta’ com sete medalhas em Londres

De acordo com nota emitida nesta terça-feira pela COB, Ho Kim afirmou que em nenhum momento durante a conversa Mariusz Gorn indicou ou sugeriu que ele tivesse cometido um erro ao punir Esquiva Falcão. Ainda que a conversa fosse verídica, a Aiba nada poderia fazer para mudar o resultado da luta, uma vez que o limite para a contestação já havia sido extrapolado. Na nota, o Comitê Olímpico Brasileiro afirma que respeitará a decisão da Aiba.

CONFIRA:  Dilma Rousseff recebe irmãos Falcão e bandeira olímpica

Após a disputa da final olímpica do peso médio, Esquiva reclamou bastante do resultado da luta. "Não acreditei quando recebi a punição. A punição deveria ter sido dada para os dois, estavam os dois se agarrando. No fim, foi por isso que perdi", lamentou o pugilista brasileiro, logo depois de perder a medalha de ouro.

Leia mais notícias sobre lutas no iG Esporte

Independente da polêmica na final e do pedido de revisão feito pelo COB, o resultado de Esquiva já o melhor da história do boxe brasileiro em Jogos Olímpicos. Antes, a única medalha tinha sido o bronze de Servílio de Oliveira em 1968. Em Londres, porém, o Brasil ganhou essa de prata e outras duas de bronze, com Adriana Araújo e Yamaguchi Falcão Florentino, irmão de Esquiva.

Leia tudo sobre: BoxeEsquiva FalcãoLondres 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG