Dono de uma medalha de prata nas Olimpíadas do México 1968 e bronze em Munique 1972, ex-atleta do salto triplo está com câncer no pulmão. Médicos apontam quadro irreversível

Nelson Prudêncio (em ação nos Jogos de 1968) está internado na Casa de Saúde de São Carlos
Divulgação/CBAt
Nelson Prudêncio (em ação nos Jogos de 1968) está internado na Casa de Saúde de São Carlos

Dono de duas medalhas olímpicas, uma de prata nos Jogos da Cidade do México 1968 e uma de bronze em Munique 1972, o ex-atleta do salto triplo Nelson Prudêncio está internado em coma irreversível na Casa de Saúde de São Carlos. Aos 68 anos, o ex-triplista começou a sentir-se mal nos últimos dias e chegou a fazer exames que constataram um câncer de pulmão em estágio avançado. Prudêncio entrou em coma profundo nesta terça-feira e segundo os médicos, o quadro é irreversível.

Qual o maior ídolo do atletismo brasileiro? Comente

Segundo a assessoria de imprensa da CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo), entidade na qual Prudêncio é um dos vice-presidentes, Cristiana, filha do ex-triplista, disse que ele sentiu-se mal no começo do mês. Após a confirmação da doença, ele foi internado no final da última semana, quando foi deixado em coma induzido. Nesta quarta-feira, entrou em coma profundo. A CBAt cogitou auxiliar a família na transferência de Prudêncio para um hospital em São Paulo, mas os médicos desaconselharam fazer esta transferência.

Leia mais sobre atletismo no iG Esporte

Nelson Prudêncio foi um dos grandes representantes da escola brasileira no salto triplo, seguindo a tradição que começou com Adhemar Ferreira da Silva. Em 1968, nos Jogos Olímpicos da Cidade do México, ele protagonizou uma disputa incrível pela medalha de ouro com o soviético Viktor Saneyev e o italiano Giuseppe Gentile, em uma prova onde o recorde mundial chegou a ser batido nove vezes. Com 17,27m, Prudêncio ficou com a medalha de prata, enquanto Saneyev levou o ouro e Gentile, o bronze.

Acompanhe o blog da Maurren Maggi

Além de atuar como um dos vice-presidentes da CBAt, Prudêncio ocupa atualmente o cargo de professor doutor em educação física na UFSCar (Universidade Federal de São Carlos).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.