Campeão paralímpico, Alan Fonteles diz que gostaria de enfrentar Usain Bolt

Em Madrid para um evento sobre esporte inclusivo, brasileiro que derrotou Oscar Pistorius disse que Bolt é o melhor da história

EFE |

EFE

Reuters
Alan Fonteles e Oscar Pistorius se cumprimentam vitória do brasileiro

O brasileiro Alan Fonteles Oliveira, campeão paralímpico nos 200m em Londres, falou sobre sua vontade de um dia poder enfrentar o homem mais veloz do mundo, o jamaicano Usain Bolt, seu grande ídolo. "Eu gostaria de concorrer com Usain Bolt, já que é um autêntico ídolo para mim e me espelho muito nele, é uma referência", disse o atleta, que está em Madri para participar da III edição da semana do esporte inclusivo, onde discursou durante uma conferência para fomentar a prática do esporte em pessoas com deficiência.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O atleta brasileiro destacou Bolt como o melhor da história junto ao americano Michael Johnson, ganhador de cinco medalhas olímpicas de ouro e ainda com o recorde mundial vigente nos 400m, além do jamaicano Asafa Powell, que se destacou "por sua extraordinária coordenação".

Alan rememorou sua medalha de ouro paralímpica, com o Estádio de Londres cheio e perante um rival forte, o sul-africano Óscar Pistorius, apontado como favorito ao ouro. "Aquilo foi a realização de um sonho após quatro anos de treinamento, com muitos sacrifícios. Tudo valeu a pena, foi o máximo e estou muito feliz. Lembro do silêncio do estádio com 70 mil pessoas, depois todos se levantaram... um momento único que sempre terei na memória", explicou.

Relembre: Brasileiro dá show, supera Pistorius e fatura o ouro nos 200 m rasos

Medalhista de prata nos Jogos de Pequim quando tinha 16 anos, seu sonho foi realizado na capital britânica, mas seus desafios não param. Agora, com 20 anos, já se prepara para o Mundial, mas com a mente nos Jogos do Rio 2016. "Em casa, diante de todas as pessoas que querem me ver". Oliveira não quis comentar a polêmica criada em Londres pelas declarações de Pistorius, que o acusou de usar uma prótese fora do regulamento.

"Ele sabe que cumpri todas as regras e é assunto que está encerrado", disse. O esportista brasileiro comentou que em seus planos não está, por enquanto, enfrentar atletas olímpicos e prefere se concentrar nas competições paraolímpicas. Alan Fonteles ainda levará outra boa lembrança de Madri, além de participar da edição da semana do esporte inclusivo, já que visitou o elenco do Real Madrid.

"Desde pequeno sonhava em conhecer os jogadores do Real Madrid e é outro sonho que pude realizar. Estive com meu compatriota Kaká, com Cristiano Ronaldo, Casillas. Foi um prazer cumprimentá-los, assim como José Mourinho, que é um grande técnico", disse.

Durante três dias, a estação de Metrô de Nuevos Ministerios será palco do "Desafio de Oliveira". Um telão de 15 metros oferece uma imagem gravada do atleta a toda velocidade. Alguns presentes no evento tentaram, sem sucesso, seguir a esteira do campeão paralímpico.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG