Tamanho do texto

Campeã olímpica sonha em fazer sua despedida do atletismo nas Olimpíadas do Rio, mas antes sonha com medalha inédita no Mundial de 2013, na Rússia

Eliminada na fase classificatória do salto em distância das Olimpíadas de Londres 2012 , Maurren Maggi curtiu alguns dias de férias e iniciou a preparação física para a próxima temporada nesta semana. Ela planeja priorizar o Campeonato Mundial de Moscou em 2013 e, aos 36 anos, reitera que planeja se despedir nos Jogos do Rio de Janeiro 2016.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Eu descansei o que tinha que descansar. Já começamos a treinar para os próximos desafios e no ano que vem o principal é o Mundial. É uma competição grande e temos que visar os torneios maiores. Quero participar de muitos meetings e estar mais presente, já que agora estou mais relaxada", disse.

A saltadora Maurren Maggi quer fazer sua despedida das pistas nas Olimpíadas do Rio
Divulgação
A saltadora Maurren Maggi quer fazer sua despedida das pistas nas Olimpíadas do Rio

Veja também: Escritório inglês divulga vídeo sobre transformação do Rio para Jogos de 2016

Campeã olímpica e tri pan-americana, Maurren já medalhou em duas edições do Mundial Indoor (pista coberta), mas segue em busca do primeiro pódio na versão outdoor (ar livre) do evento. "É uma grande competição. Tenho vários outros títulos, inclusive o maior de todos, mas esse, ainda não", observou a atleta.

Na medida em que iniciou a preparação de forma tardia no ano passado, o técnico Nélio Moura preferiu antecipar o começo dos trabalhos em 2012. Experiente, ele pretende intensificar os treinos a partir do dia 8 de outubro e estima para o final de fevereiro de 2013 a estreia de Maurren na próxima temporada.

Leia o blog da Maurren Maggi

"Fisicamente, ela está bem. Teve uma lesão no quadril em maio, mas no final de junho já estava bem e fez bons treinos em julho. Não acertou a competição nas Olimpíadas de Londres, mas fisicamente não tem qualquer tipo de problema", assegurou o comandante.

A ideia de Maurren é manter o alto nível até os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016. Ela admite que a missão de brigar por medalha aos 40 anos é difícil, mas diz manter uma vida regrada e garante ser suportar a rotina de treinamentos diários.

"Penso em chegar até 2016 para fazer a minha despedida. Atuar em casa é um incentivo e, se estiver competitiva para disputar uma medalha, é claro que vou brigar. Eu me cuido e levo uma vida saudável. Gosto do que faço e os treinos do Nélio não chegam a ser agressivos. Em 18 anos de carreira, tive apenas uma cirurgia no joelho", enumerou.

Blog Espírito Olímpico: Romário volta a bater em Nuzman, COB e pede voto aos atletas

A saltadora trabalha ao lado do técnico Nélio Moura desde o início de sua carreira. Com a convivência diária durante seguidas temporadas, o treinador vê sua pupila ainda motivada e também aposta na possibilidade de alcançar os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016.

"Em 2008, a gente falava: '2012 é certeza e depois tem que pensar ano a ano'. Hoje, já vemos que é muito possível a Maurren chegar competitiva até 2016. Ela continua tendo muito prazer em treinar, sempre gostou. Diferentemente de muita gente, ela vem para o treino e esquece dos problemas, está feliz aqui", disse.

* Com Gazeta Esportiva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.