Tamanho do texto

Foram dois ouros e uma prata na pista do estádio Olímpico de Londres nos Jogos Paralímpicos

Guilhermina Terezinha cruza a linha de chegada em primeiro
Getty Images
Guilhermina Terezinha cruza a linha de chegada em primeiro

O Brasil brilhou na tarde deste domingo no atletismo das Paralimpíadas . No intervalo de menos de 10 minutos, foram três medalhas conquistadas no estádo Olímpico de Londres, com ouro e pratano feminino e ouro no masculino.

Blog Espírito Olímpico: Brasil é uma potência paralímpica

Na final dos 200 m rasos para mulheres, categoria T11 (para cegas), a brasileira Guilhermina Terezinha conquistou a medalha dourada com o tempo de 24.82 segundos. O pódio foi completado pela compatriotas Jerusa Santos, que ficou com a prata, e chinesa Juntingxian Xu, terceira colocada.

Yohansson Nascimento é ouro
Getty Images
Yohansson Nascimento é ouro

Na verdade, a atleta oriental chegou a ser desclassificada após a prova por ter recebido uma suposta ajuda do guia. Entretanto, a equipe chinesa entrou com um recurso mais tarde e conseguiu cancelar a eliminação. Pior para a brasileira Jhulia Santos, que perdeu a medalha de bronze.

Leia mais sobre as Paralimpíadas

MInutos depois, na final dos 200 m rasos para homens, categoria T46, o brasileiro Yohansson Nascimento foi mais rápido que seus adversários e conquistou a medalha de ouro. Ele venceu a prova com o tempo de 22.05 - novo recorde mundial. A prata foi para Raciel Isidoria, de Cuba, e o bronze para Simon Patmore, da Austrália.