Publicidade
Publicidade - Super banner
Mais Esportes
enhanced by Google
 

Atletas da maratonas aquáticas são pegos no antidoping

Samuel de Bona e Lauren Goulart, ambos do Grêmio Náutico União, testaram positivo para metilhexanamina no dia 12 de novembro

Gazeta Esportiva |

A CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) confirmou nesta sexta-feira o doping de dois atletas das maratonas aquáticas: Samuel de Bona e Lauren Goulart, ambos do Grêmio Náutico União. Os dois testaram positivo para o estimulante metilhexanamina em exame realizado no dia 12 de novembro.

Presidido pelo médico Eduardo de Rose, o Painel de Controle de Doping instaurado pela CBDA recomendou para Lauren uma carta de advertência, enquanto Bona será suspenso por 30 dias a partir de 12 de dezembro de 2010, data em que o atleta foi comunicado do resultado - a diferença é justificada pela entidade por Lauren ser menor de idade.

Ambos também terão seus resultados no Campeonato Brasileiro anulados, o que implicará em uma nova contagem de pontos de atletas e de clubes no geral e por classes, assim como no ranking nacional. A Confederação também redistribuirá a premiação em dinheiro oferecida aos atletas no Campeonato Brasileiro, de acordo com os novos resultados que serão divulgados ao longo da próxima semana.

Em função da atleta Lauren Goulart ter recebido apenas uma Carta de Advertência e por ter seu resultado da prova de 10 quilômetros da etapa de Araruama anulado, a CBDA manterá sua convocação para a prova de cinco quilômetros e convocará Priscila de Oliveira Ribeiro, do Sesi/SP, para a prova de 10 quilômetros do Campeonato Sul-Americano Juvenil, em março, na cidade de Lima, no Peru.

Leia tudo sobre: dopingmaratonas aquáticasmais esportes

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG