Vou deixar a minha chuteirinha no carro - Mais Esportes - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Mais Esportes
enhanced by Google
 

Astro do futsal, Falcão brinca: Vou deixar a minha chuteirinha no carro

Craque destacou que não pretende atrapalhar o trabalho do técnico Adilson Batista ou tirar o espaço de alguns atletas no elenco de futebol profissional do clube

Gazeta Esportiva |

O ala Falcão foi contratado para ser o grande nome do time de futsal que está sendo montado pelo Santos, para disputar o Campeonato Paulista e a Liga Nacional em 2011. Mas, apesar disso, o astro - duas vezes eleito melhor jogador de futsal do mundo pela Fifa - não perdeu a oportunidade de brincar quanto a possibilidade de realizar algumas partidas pela equipe de futebol principal.

"Brinquei com o presidente (Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro) que venho para o Santos jogar futsal porque sou bem resolvido na minha vida. Existem patrocinadores investindo nessa minha ida para o futsal do clube. No entanto, já falei para o presidente que, quando eu vier assistir aos jogos na Vila, vou deixar a minha chuteirinha no carro. Assim, se faltar alguém na hora, estarei pronto para o jogo", disse Falcão.

Depois, em um tom mais sério, o ala santista falou sobre a hipótese de realizar algumas apresentações no gramado. Falcão destacou que não pretende atrapalhar o trabalho do técnico Adilson Batista e, tampouco, tirar o espaço de alguns atletas no elenco de futebol profissional do clube.

Porém, segundo o próprio Falcão, caso fosse algo excepcional, ele toparia o desafio. "Se fosse uma estratégia para trazer mídia ou um evento de marketing do Santos, tudo bem. Caso contrário, eu tenho que respeitar o Adilson, que vai estar trabalhando no dia-a-dia com o grupo e não quero tirar o lugar de ninguém. Seria uma falta de respeito com quem está lá.", comentou.

O ala, de 33 anos, já tentou, em algumas oportunidades, engrenar uma carreira no futebol de campo. A sua última experiência foi pelo São Paulo, em 2005. Só que a resistência do então técnico tricolor, Emerson Leão, abreviou a ultima tentativa feita por Falcão de trilhar o caminho do sucesso também nos gramados.

"Sou atleta do Santos e o que pedirem para eu fazer, eu vou fazer. Mas, reitero, que eu vim para cá fazer o que gosto, que é jogar futsal, defendendo a camisa do Santos", encerrou Falcão, praticamente descartando uma nova aventura como jogador de futebol de campo.

Leia tudo sobre: outros esportes - futsalsantos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG