Assim como as brasileiras, equipe européia também venceu seu jogo de estreia por goleada: 5 a 0 na Tailândia

A goleada de 14 a 0 sobre a Venezuela não anima a seleção brasileira feminina de futsal, que espera um difícil duelo contra Portugal nesta terça-feira. A partida, válida pelo Mundial da categoria, será realizada às 16h30 (horário de Brasília), em Alcobendas (Espanha).

Assim como as brasileiras, Portugal também venceu seu jogo por goleada. As lusitanas derrotaram a Tailândia por 5 a 0 e, por isso, ambas as equipes dividem a liderança da chave com três pontos cada. Por ter maior saldo de gols, o time verde e amarelo leva vantagem nos critérios de desempate e está em primeiro lugar do grupo.

Assim, o confronto desta noite pode deixar muito bem encaminhada a classificação para as semifinais do vencedor. No entanto, segundo a goleira Jozi, capitã da equipe brasileira, isso não afeta o grupo. "Estamos muito mais preocupadas em fazer a nossa parte, sem se preocupar com outras coisas. O time está muito confiante e sabe das suas responsabilidades", afirmou.

Mas Jozi sabe que o Brasil terá mais dificuldades do que na partida contra a Venezuela. "Não teremos aquela facilidade jogar igual ontem. Esperamos uma marcação mais forte, um ataque melhor, um time mais organizado e jogadoras mais habilidosas", declarou a goleira, que disse conhecer algumas jogadoras do elenco português.

"Joguei contra algumas no Mundial Universitário em 2008 e, neste ano, na mesma competição, algumas meninas enfrentaram o time português também. Mas isso dá uma noção muito parcial, porque é outro técnico e o estilo de jogo pode variar", explicou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.