Patinador de velocidade foi suspenso da competição após testar positivo em exame antidoping

 Kei Saito, atleta japonês foi o primeiro caso de doping nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018
Reprodução
Kei Saito, atleta japonês foi o primeiro caso de doping nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018

O patinador de velocidade japonês Kei Saito foi oficialmente confirmado como o primeiro caso de doping dos Jogos de Inverno de Pyeongchang 2018 , na Coreia do Sul. De acordo com informações da Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês), o atleta usou a substância acetazolamida, um diurético que pode mascarar a presença de outras substâncias proibidas. Com a confirmação do caso, Saito "aceitou de forma voluntária ser provisoriamente suspenso e deixar a vila olímpica", informou a entidade em comunicado.

Leia também: Conheça Mark McMorris: o atleta que saiu do coma e subiu no pódio em PyeongChang

A substância encontrada no exame antidoping do atleta japonês pode ser usada para tratamento de glaucoma ou doença de altitude. O teste ocorreu antes do início da competição, portanto, Saito não participou de nenhuma prova. O patinador é reserva da equipe japonesa dos 5 mil metros.

A CAS informou também que seus juízes vão cuidar do julgamento dos casos de doping dos Jogos Olímpicos de Inverno e vão ainda aplicar uma sentença final a Saito após o término da competição, que será no próximo dia 25 de fevereiro.

Leia também: PyeongChang servirá carne de cachorro nas Olimpíadas de Inverno

Defesa

Por sua vez, o Comitê Olímpico Japonês revelou que o patinador foi submetido ao exame depois de um treino que realizou no último dia 4, pouco antes de ir dormir na vila dos atletas em Pyeongchang. O chefe da delegação japonesa chegou a afirmar que "não há nenhum benefício ou qualquer motivação para o próprio atleta tomar essa substância", disse.

A delegação japonesa para os Jogos de PyeongChang conta com 136 atletas de 15 diferentes esportes. Na última edição das Olimpíadas de Inverno , o país contou com cinco medalhas, três pratas e duas de bronze.

Leia também: Aplicativo de paquera faz sucesso entre os atletas dos Jogos de Inverno

Por meio de um comunicado, Kei Saito negou que tenha se dopado intencionalmente para ter vantagem esportiva e disse que estava "extremamente chocado" com o resultado do exame. "Eu nunca considerei doping. Eu nunca usei esteroides anabolizantes, então eu nunca precisei me esconder isso", afirmou o atleta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.