"Duas cidades com grande história olímpica e que promoverão o espírito olímpico de uma forma fantástica", afirmou Thomas Bach, presidente do COI

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, oficializou nesta quarta-feira as cidades de Paris , na França, e Los Angeles , nos Estados Unidos, como as sedes olímpicas dos Jogos de 2024 e 2028 , respectivamente. A confirmação ocorreu durante a 131ª sessão da entidade que ocorre em Lima, no Peru, depois de um voto coletivo. Ao todo, 85 dos 94 membros do COI levantaram as mãos e apoiaram as escolhas de Paris e Los Angeles.

Leia também: Ofuscada por escândalos de corrupção, cúpula do COI se reúne em Lima

As cidades já tinham sido escolhidas como as próximas sedes olímpicas após um acordo com os diretores olímpicos e os comitês locais. Essa foi a primeira vez na história que duas cidades são anunciadas de uma vez só e o mandatário máximo da entidade comemorou o acordo.

Anne Hidalgo, prefeita de Paris, Thomas Bach, presidente do COI, e Eric Garcetti, prefeito de Los Angeles, em anúncio das sedes olímpicas de 2024 e 2028
Dave Thompson/IOC
Anne Hidalgo, prefeita de Paris, Thomas Bach, presidente do COI, e Eric Garcetti, prefeito de Los Angeles, em anúncio das sedes olímpicas de 2024 e 2028

"Com as candidaturas de Paris e Los Angeles, temos uma oportunidade histórica. Duas cidades com grande história olímpica e que promoverão o espírito olímpico de uma forma fantástica. Gostaria de agradecer por isso. É difícil imaginar uma situação melhor", afirmou Bach.

"Assegurar a estabilidade dos Jogos pelos próximos 11 anos. Então é um prazer anunciar hoje que o acordo foi atingido. Hoje é a oportunidade para as duas cidades de apresentar seus projetos ao mundo", continuou.

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, prometeu que os Jogos serão sustentáveis. "A Agenda 2020 nos permitiu propor Jogos sustentáveis, que vão acelerar o desenvolvimento das nossas cidades. Uma sincera ambição de passar às gerações futuras um planeta mais saudável, um mundo melhor. Nossas cidades sabem que hoje o maior desafio que enfrentamos é o aquecimento global", declarou.

Eric Garcetti, prefeito de Los Angeles, também discursou na cerimônia. "Quero começar parabenizando minha irmã prefeita, Anne Hidalgo, e todo o time francês. Quem imaginaria esse cenário? Nós certamente não imaginamos. Mas o objetivo era fazer o certo para o movimento olímpico. Por nossa cidade, quero dizer que o trabalho foi bem feito", disse.

Agora é oficial: Paris e Los Angeles serão sedes olímpicas em 2024 e 2028
Divulgação/COI
Agora é oficial: Paris e Los Angeles serão sedes olímpicas em 2024 e 2028

As campanhas de Paris e Los Angeles estavam inscritas para a disputa de 2024, mas com a desistência de todas as outras concorrentes - Roma, na Itália, Budapeste, na Hungria, Hamburgo, na Alemanha, e Montreal, no Canadá -, os membros do COI e das cidades fecharam um acordo para que a cidade parisiense volte a sediar uma Olimpíada após 100 anos.

Ausências

Por motivos diversos, nove membros do COI não compareceram ao Congresso que salientou as sedes olímpicas: Nita Ambani, Sheikh Ahmad Al-Fahad Al-Sabah, Amir Sheikh Tamim Bin Hamad Al-Thani, Frank Fredericks, Patrick Hickey, Nat Indrapana, Yelena Isinbaeva, Kun-Hee Lee e Yang Yang. Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), não foi considerado ausência por ser membro honorário. Ele não foi a Lima por ter sido proibido pela Justiça de sair do Brasil enquanto é investigado por suspeita de corrupção na escolha do Rio de Janeiro como sede em 2016.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.