Mesmo com as Olimpíadas de Sochi, esportes de inverno receberão o valor mínimo do repasse no ano que vem

Judô será uma das modalidades que receberá mais recursos da Lei Agnelo/Piva em 2014
Fotocom
Judô será uma das modalidades que receberá mais recursos da Lei Agnelo/Piva em 2014

O COB (Comitê Olímpico Brasileiro) anunciou nesta quinta-feira os valores que serão repassados às confederações olímpicas em relação à distribuição das verbas da Lei Agnelo/Piva, que destina 2% do prêmio pago aos apostadores de todas as loterias do país ao COB e ao CPB (Comitê Paraolímpico Brasileiro). Se por um lado houve um aumento de 13,5% no total que será repassado às confederações – que serão beneficiadas com um total de R$ 101 milhões em 2014 – por outro foi mantida a lista de prioridades para o recebimento dos recursos.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Desta forma, as confederações de atletismo, esportes aquáticos, judô, vela e voleibol continuam sendo as que receberão a maior parcela do repasse da Lei Agnelo/Piva, no caso R$ 3.900.000,00 cada uma. Além do valor que cada entidade receberá, ainda estarão disponíveis um total de R$ 23,9 milhões do Fundo Olímpico, reservado pelo COB para a realização de projetos especiais apresentados pelas entidades, desde que aprovados pelo comitê olímpico e que estejam dentro do planejamento da preparação para os Jogos Olímpicos de 2016.

Veja abaixo o quadro completo do repasse da Lei Agnelo/Piva previsto para 2014

Confederação Valor recebido em 2014
Atletismo R$ 3.900.000,00
Badminton R$ 1.800.000,00
Basquetebol R$ 3.700.000,00
Boxe R$ 2.900.000,00
Canoagem R$ 2.900.000,00
Ciclismo R$ 2.900.000,00
Desportos Aquáticos R$ 3.900.000,00
Desportos na Neve R$ 1.600.000,00
Desportos no Gelo R$ 1.600.000,00
Esgrima R$ 1.700.000,00
Ginástica R$ 3.700.000,00
Golfe R$ 1.700.000,00
Handebol R$ 3.700.000,00
Hipismo R$ 3.700.000,00
Hóquei sobre a Grama R$ .700.000,00
Judô R$ 3.900.000,00
Levantamento de Peso R$ 1.700.000,00
Lutas Associadas R$ 2.000.000,00
Pentatlo Moderno R$ 1.900.000,00
Remo R$ 2.500.000,00
Rúgbi R$ 1.700.000,00
Taekwondo R$ 1.700.000,00
Tênis R$ 2.500.000,00
Tênis de Mesa R$ 2.900.000,00
Tiro com Arco R$ 1.700.000,00
Tiro Esportivo R$ 2.600.000,00
Triatlo R$ 2.800.000,00
Vela R$ 3.900.000,00
Voleibol R$ 3.900.000,00


Na lista anunciada nesta quinta-feira, as confederações ligadas aos esportes de inverno aparecem como as que receberão o valor mínimo previsto pelo COB, apesar da realização dos Jogos Olímpicos de Sochi, em fevereiro do ano que vem. Tanto a confederação de desportos na neve quanto a de desportos no gelo terão direito a um repasse de R$ 1.600.000,00.

Acompanhe o blog Espírito Olímpico

O total que o COB espera receber dos recursos das loterias deve chegar a R$ 180 milhões. O órgão que comanda o esporte brasileiro é obrigado a investir 10% no esporte escolar (R$ 18 milhões) e 5% no esporte universitário (R$ 9 milhões). Descontados os valores destinados às confederações, sobram R$ 52 milhões, que segundo a assessoria do comitê olímpico serão investidos em projetos de preparação de atletas, manutenção do centro de treinamento Time Brasil, envio de delegações para os Jogos de Inverno, Jogos Sul-Americanos (Santiago) e Jogos da Juventude (Nanjing, na China), além da manutenção do próprio COB.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.