Marta, Magic Paula, Maria Lenk, Maurren Maggi... confira as mulheres que marcaram seus nomes na história do esporte

Etiene Medeiros é uma das esportistas lembradas pelo iG no Dia da Mulher
Divulgação
Etiene Medeiros é uma das esportistas lembradas pelo iG no Dia da Mulher

08 de março é conhecido mundialmente como o Dia da Mulher. E para comemorar esta data tão especial, o iG preparou uma galeria de fotos com algumas das moças que brilharam no esporte mundial, sejam brasileiras ou de outras nacionalidades. 

Leia também: Conheça a primeira mulher brasileira a participar das Paralimpíadas de inverno

São alguns nomes brasileiros separados para o Dia da Mulher , como Maria Lenk, Sarah Menezes, Magic Paula, Maria Esther Bueno, Etiene Medeiros e Daiane dos Santos, e outros lá de fora, como Missy Franklin, Maria Sharapova, Serena Williams, Simone Biles e Ronda Rousey.

Confira abaixo :

A data comemorativa

O dia a dia da mulher do século XXI é bem diferente do que acontecia nas gerações passadas. Hoje elas estão no mercado de trabalho, possuem direitos assegurados e não estão destinadas a casar e cuidar da casa e dos filhos. Todo esse cenário é resultado de manifestações históricas que marcaram a luta das mulheres pela igualdade de gênero na sociedade, na política e na área trabalhista.

Leia também: E se os principais jogadores do mundo fossem mulheres? Veja transformações

Para marcar essas transformações e abrir mais debates sobre o fim do preconceito contra a mulher, foi criado, em 1910, o  Dia Internacional da Mulher - a ONU (Organização das Nações Unidas) passou a considerar a data apenas no ano de 1975. A celebração ocorre no dia 8 de março ao redor do mundo, é uma data que chama a atenção de muitas pessoas que parabenizam e presenteiam as mulheres que convivem.

Leia também: Pilota de 19 anos quer provar que mulheres podem, sim, competir na Fórmula 1

O principal fator histórico para que essa data específica representasse o Dia da Mulher foi uma greve feita por trabalhadoras de uma fábrica têxtil de Nova York, nos Estados Unidos. Elas reivindicavam melhores condições de trabalho e igualdade de direitos, independente do gênero. O movimento foi lembrado em outros momentos com o passar dos anos, dando mais importância para as mulheres ao redor do mundo. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.