Eric Maleson foi retirado da presidência da CBDG, por ação na Justiça Civil do Rio de Janeiro, e acusa COB de estar por trás da manobra

Eric Maleson acusa o COB por seu afastamento na Confederação Brasileira de Desportos no Gelo
Divulgação
Eric Maleson acusa o COB por seu afastamento na Confederação Brasileira de Desportos no Gelo

Na lista de repasses da Lei Agnelo/Piva anunciada nesta quinta-feira pelo COB (Comitê Olímpico Brasileiro), uma das 29 confederações olímpicas aparece sem valor definido. Segundo nota divulgada pela entidade, a CBDG (Confederação Brasileira de Desportos no Gelo) encontra-se sob intervenção e por isso, não pôde ser divulgado o valor da verba de 2013.

Veja tambèm: COB aumenta repasse da Lei Agnelo/Piva, mas não distribuição da verba

“O COB aguarda um relatório do presidente nomeado pela Justiça, Emílio Strapasson, para definir os futuros projetos para as modalidades de gelo”, diz o comunicado do COB. Só que o presidente afastado da CBDG, Eric Maleson, resolveu contra-atacar pesado, pedindo inclusive intervenção do COI (Comitê Olímpico Internacional).

O que achou do repasse das verbas da Lei Agnelo/Piva ao esporte olímpico? 

Nesta sexta-feira, através de sua assessoria, Maleson divulgou uma carta que enviou ao presidente do COI, Jacques Rougge, onde entre outras coisas, pede a intervenção imediata da entidade no COB. Maleson compara a situação atual com a do comitê olímpico indiano, que foi suspenso pelo COI por conta de uma intervenção do governo local. O dirigente alega que a Carta Olímpica proíbe expressamente a intervenção de governos ou autoridades públicas contra confederações esportivas.

Leia também: Modalidades menos favorecidas pelo COB não veem problema na divisão de verba

Maleson inclusive acusa o COB de estar financiando os atuais interventores da CBDG, com o objetivo de afastá-lo do poder, por causa de sua postura contrária à gestão de Carlos Nuzman no comando do esporte olímpico brasileiro.

“O COB está fora de controle. Tenho visto aumentar constantemente métodos sujos e vemos diversas confederações nacionais sofrendo com intervenções nos últimos anos. Diante desta evidente violação do COB na Carta Olímpica, não resta dúvida que existe uma ameaça ao esporte olímpico brasileiro. O COI deve intervir”, escreve Maleson.

Blog Espírito Olímpico: Os tortuosos e injustos critérios do COB

O presidente afastado da CBDG acusa o COB estar por trás da manobra que conduziu o interventor Emilio de Souza Strapasson ao poder. Maleson sustenta em sua carta ao COI que durante o andamento do processo que culminou com a intervenção na entidade, Stapasson teria suas despesas, inclusive de hospedagem no Rio de Janeiro, pagas pelo Comitê Olímpico Brasileiro. Ele inclusive anexou em sua correspondência ao COI cópia de um recibo de pagamento de hotel, feito pelo COB em nome de Emilio Strapasson.

Em recesso por causa das festas de fim de ano, o COB não pôde dar ao iG sua versão neste caso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.