Comitê organizador lançou edital para o processo que irá definir a mascote das Olimpíadas e Paraolimpíadas do Rio de Janeiro

Logotipo das Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro
Divulgação
Logotipo das Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro

O comitê organizador dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, abriu processo seletivo para a escolha das mascotes das duas competições. O processo será dividido por fases e conta com a consultoria da empresa Anima Mundi. Está prevista ainda uma premiação de R$ 50 mil para a criação das duas mascotes, que serão conhecidas pelo público no segundo semestre de 2014, cerca de dois anos antes dos Jogos.

Quais devem ser as mascotes das Olimpíadas e Paraolimíadas do Rio? Opine

Na primeira fase, de habilitação jurídica e técnica, as empresas deverão apresentar a documentação necessária e o portfólio. Serão selecionadas até 30 candidatas para a segunda fase, quando acontecerá a reunião de briefing para o desenvolvimento das propostas. Na terceira fase, serão selecionadas dez propostas, que deverão passar por ajustes e aprofundamentos em um trabalho conjunto com a equipe do Rio 2016. Na fase quatro, será feita uma avaliação por uma comissão julgadora. A escolha da vencedora terá que ser por unanimidade.

Veja também: "Estão sonhando alto", diz Magic Paula sobre meta do COB para Rio 2016

Poderão participar apenas empresas e profissionais brasileiros neste processo. Profissionais liberais também poderão participar, desde que associados a alguma empresa, tais como produtoras de animação, produtoras cinematográficas, agências de design, de publicidade e estúdios de ilustração.

Acompanhe o blog Espírito Olímpico

Os organizadores esperam que as mascotes dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos do Rio representem cerca de 25% dos produtos licenciados de ambos os eventos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.