Tamanho do texto

Brasileiros baixaram documentos sem autorização durante "programa de transferência de conhecimento" na última edição dos Jogos

O Comitê Rio 2016 demitiu dez funcionários que roubaram arquivos de computadores da organização das Olimpíadas de Londres . Os brasileiros baixaram documentos sem autorização durante a última edição dos Jogos, quando trabalhavam com os britânicos como parte de um "programa de transferência de conhecimento" entre as cidades-sede.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Posso confirmar que houve um incidente envolvendo os membros da equipe do Rio que acessaram arquivos e os removeram sem permissão", disse Jackie Brock-Doyle, porta-voz do Comitê Organizador das Olimpíadas de Londres. "Nós informamos a ocorrência aos organizadores do Rio. Eles agiram rapidamente para resolver o problema e devolveram os arquivos", completou.

Blog Espírito Olímpico: Um vexame difícil de ser superado

De acordo com o Comitê Rio 2016, os funcionários envolvidos no escândalo foram retirados do programa. Todos os arquivos foram recuperados e devolvidos. A natureza e o conteúdo dos documentos não foram imediatamente conhecidos, mas autoridades britânicas disseram que provavelmente teriam sido fornecidos à equipe de Rio se tivessem sido solicitados.

*Com Reuters