Jamie Bloem, capitão da África do Sul na Copa do Mundo de 2000, é interrogado e libertado após pagar fiança, mas continuará sob investigação

O ex-jogador de rúgbi Jamie Bloem foi preso nesta sexta-feira pela polícia inglesa por suspeita de relacionamento sexual com uma garota menor de idade. O sul-africano foi interrogado e libertado após pagamento de fiança, mas continuará sendo investigado.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Bloem, que tem 41 anos e é casado, foi capitão da seleção da África do Sul na Copa do Mundo de rúgbi de 2000. A carreira como atleta teve alguns episódios polêmicos. O principal deles aconteceu em novembro de 1994, quando se tornou o primeiro jogador da modalidade na história a ser flagrado no exame anti-doping por uso de anabolizantes. Como penalização, ficou dois anos afastado do esporte.

Atualmente, Bloem trabalha como comentarista em uma rádio inglesa e administra sua própria empresa de paisagismo. Além disso, virou árbitro da Rugby Football League - liga inglesa da modalidade.

Relembre outros atletas que tiveram problemas com a Justiça


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.