iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

03/08 - 17:04

Tyson segue revelando problemas pessoais após recuperação

Convivendo há pouco tempo no mundo da dramaturgia, ex-boxeador disse que até como ator chegou a ter problemas com o uso de drogas

Gazeta Esportiva

Um dos maiores e mais problemáticos astros do boxe mundial, o ex-pugilista Mike Tyson não tem boas recordações do período em que era um famoso e requisitado lutador. Polêmico e com muitos problemas financeiros, o norte-americano seguiu revelando detalhes da vida conturbada que tinha fora dos ringues nesta terça-feira, inclusive até poucos meses atrás.

Convivendo há pouco tempo no mundo da dramaturgia, Tyson contou que até na nova carreira de ator chegou a ter problemas com o uso de drogas. O ex-boxeador contou que realizou uma pequena participação na comédia norte-americana "Se Beber, Não Case" visando a compra de drogas para sustentar o vício que mantinha até então.

"Eu dizia: 'Cara, isso vai ser incrível. Vamos vender tanto que até nas bancas da rua 42 iremos ver os vídeos piratas. Vamos ganhar muita grana com isso'... Mas não foi só isso. Virou um sucesso internacional", contou.

Aos 44 anos de idade, Tyson hoje se considera acabado para o boxe. "Não acho que vou fazer mais nada com ele. Estou petrificado. Não é mais o que eu sou", definiu, contando que a vida no esporte o fazia perder os limites de sua imagem.

"Eu apenas saía, sem me dar conta de quem era. Quando me dava conta, diziam: 'Ei, quando você vai pagar por essas garotas?', e eu dizia: 'Eu não tenho dinheiro, não tenho como pagar'. Eu sou Mike Tyson, uma estrela internacional, e estava roubando um traficante. O que aconteceu comigo?", afirmou.

Mike agora diz estar endireitado, creditando o sucesso da sua recuperação à própria família. "Eles têm toda a culpa nisso. Eu não sabia o que era andar em linha reta. Para mim, isso lembrava cocaína. Mas minha mulher chegou e disse que queria um compromisso", relatou, revelando sua nova capacidade em manter o controle.

"Quando eu estou dedicado a destruir minha própria vida, ninguém pode me parar. Mas quando estou dedicado a fazer a coisa certa, ninguém pode do mesmo jeito. Isso é o doentio em relação a mim", definiu.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias