iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

25/02 - 21:12

Americano da equipe de bobsled é detido em Vancouver

Em seu site oficial, Bill Schuffenhauer confessa ter um passado marcado pelo crime; ele foi liberado e pode competir nesta sexta

EFE

Bill Schuffenhauer, membro de um dos quartetos de bobsled dos Estados Unidos nos Jogos Olímpicos de Inverno de Vancouver, foi detido pela Polícia canadense em Whistler e depois liberado.

A informação é de Patrick Sandusky, porta-voz do comitê olímpico americano. Ele não quis dar mais detalhes. Está prevista a participação de Schuffenhauer no trenó EUA-3 da prova de quarteto, a partir desta sexta.

Em seu site oficial, o americano confessa ter um passado marcado pelo crime. Ele conta que sua infância esteve marcada pelo vício de seus pais em drogas, a prostituição de sua mãe, pobreza e delinquência juvenil - as coisas só mudaram quando sua avó materna passou a tomar conta dele, no início da adolescência.

Pouco antes do início dos Jogos de Vancouver, Schuffenhauer, de 36 anos, confessou à rede de televisão americana "CNN" que, durante sua infância, viu muitas vezes sua mãe ser machucada, e teve de sobreviver procurando comida no lixo.

"Sabia que havia algo melhor. E embora tudo isso fosse horroroso, me tornou uma pessoa mais forte", comentou o americano, que mudou sua vida por causa do esporte.

Afastado da equipe de atletismo de uma universidade por uma lesão, ele encontrou nova inspiração no bobsled. E a modalidade lhe recompensou com uma medalha de prata nos Jogos de Inverno em Salt Lake, no ano de 2002.

Ele também disputou os Jogos de Turim, em 2006, mas não levou medalha alguma. Apesar de sofrer diversas lesões graves, em janeiro deste ano Schuffenhauer e seus companheiros de quarteto levaram a vaga olímpica na Suíça.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias