iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

18/12 - 18:59

Comitê italiano aceita recurso de ciclista pego no doping

Davide Rebellin foi suspenso por ser pego no exame ocorrido durante os Jogos de Pequim, e em seguida acabou banido do esporte

Gazeta Esportiva

O Comitê Olímpico Italiano (CONI) aceitou o recurso dos representantes legais do ciclista italiano Davide Rebellin contra a suspensão que o atleta recebeu por ser flagrado no doping em teste feito durante a Olímpiada de Pequim, no ano passado.

O ciclista seria julgado nesta sexta-feira pela entidade italiana por causa da infração cometida na China, e foi obrigado a devolver a medalha de prata que conquistou na competição, além de ter que devolver o prêmio de 75 mil euros (cerca de 190 mil reais). O pedido foi feito pelo CONI à Federação Ciclística Italiana.

No entanto, como Rebellin precisou se apresentar também nesta sexta-feira à Federação Ciclística de Mônaco, os fiscais antidoping da entidade italiana resolveram aceitar o recurso e prolongar o prazo para que o atleta italiano devolvesse a medalha e a quantia em dinheiro.

Davide Rebellin foi suspenso por ser pego no exame ocorrido durante a competição chinesa, e em seguida foi banido do esporte ao ser flagrado novamente em exame publicado em 29 de abril, onde a substância CERA (Eritropoietina - EPO - de última geração) foi citada no corpo do atleta.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias