iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

09/12 - 10:36

Brasil perde de favoritas e torce por alemãs para se classificar

Seleção feminina foi derrota pela tricampeã olímpica Dinamarca por 28 a 21 no Campeonato Mundial de handebol

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Vitoriosa até aqui somente na estreia do Campeonato Mundial de handebol feminino, o Brasil perdeu pela terceira vez seguida nesta quarta-feira. Contra a tricampeã olímpica Dinamarca, o grupo verde e amarelo foi totalmente dominado e caiu por 28 a 21, mas seguirá com boas chances de classificação à segunda fase caso a Alemanha confirme o favoritismo sobre a Suécia no fechamento da rodada.

Apesar do mau retrospecto recente das brasileiras no Mundial, as possibilidades de classificação continuam razoáveis por causa da vitória obtida sobre a França. Atualmente, ambas as equipes somam quatro pontos e dividem a terceira colocação do Grupo A - última que dá acesso à próxima etapa - com quatro pontos. Porém, o time sul-americano leva vantagem pois o primeiro critério de desempate do evento é o confronto direto.

Esse cenário, por outro lado, só será mantido se a Suécia perder para a Alemanha. Campeãs do planeta em 1993, as germânicas podem ainda nesta quarta aplicar a segunda derrota seguida às escandinavas, que já haviam perdido para as gaulesas. Se isso acontecer, o Brasil ficará com a classificação batendo o frágil Congo nesta quinta e contando com um novo tropeço sueco, desta vez contra a Dinamarca. Caso o terceiro posto da chave seja dividido pelos três planteis, a Suécia ficará com a vaga por ostentar um melhor saldo de gols nos embates diretos (soma um positivo).

Nesta quarta, já não se esperava uma vitória das brasileiras, embora elas houvessem dado bastante trabalho à Alemanha, só caindo por 32 a 30 na última segunda-feira. Dois dias depois, pela primeira vez a equipe foi derrotada no torneio na China por uma diferença superior a três tentos, sem chance alguma diante das medalhistas de ouro das Olimpíadas de 1996, 2000 e 2004.

Com o resultado, o selecionado alvirrubro ainda é o único invicto do Grupo A do Mundial e já garantiu inclusive a primeira colocação. Com quatro pontos somados até aqui, Alemanha ou Suécia ficará muito próxima da vaga na segunda fase, dependendo de quem ganhar no encerramento da quarta rodada da chave.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias