iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

08/10 - 09:29

Secretário espanhol diz que "gols" foram do Brasil em sede dos Jogos

Segundo Jaime Lissavetzky, a grande margem de votos para a vitória do Rio só se explica "por uma corrente de opinião ou empatia"

Redação iG Esporte e EFE


MADRI (Espanha) - O secretário de Estado para o Esporte espanhol, Jaime Lissavetzky, disse que o projeto de Madri para os Jogos Olímpicos de 2016 "era o melhor", mas explicou que "os gols foram do Brasil", que conseguiu que o Rio de Janeiro fosse designado sede olímpica na sexta-feira passada.

Em entrevista publicada nesta quinta pelo jornal As, Lissavetzky confessou que a grande margem de votos para a vitória do Rio só se explica "por uma corrente de opinião ou empatia", mas previu que "farão magníficos Jogos Olímpicos", "e serão Jogos latinos", acrescentou.

O secretário espanhol diz que "Madri fez tudo muito bem" e de forma "muito profissional", com uma apresentação que qualificou de "sinfonia", mas o que falhou foram as votações.

Sobre a polêmica após declarações do vice-presidente do Comitê Olímpico Espanhol, José María Odriozola, à Agência Efe dizendo que a do Rio era a pior candidatura, Lissavetzky afirmou que todos os membros do comitê, incluindo o presidente Alejandro Blanco, têm seu respeito.

O secretário espanhol disse que "existem movimentos pendulares" no COI, e lembrou "a corrente latina" que aconteceu para 1992, "com Juan Antonio Samaranch, Primo Nebiolo e João Havelange" à frente.

"Mas isso já passou, agora estão em cima dois centro-europeus, Jacques Rogge e Joseph Blatter", disse Lissavetzky, em referência aos atuais presidentes do COI e da Fifa.

Sobre o futuro da candidatura de Madri aos Jogos Olímpicos, Lissavetzky disse que é preciso tempo, "ver os prós e contras", e ressaltou que "é preciso 'metabolizar' a derrota".


Leia mais sobre: Olimpíada Rio-2016

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AP

festa rio

Olimpíada de 2016
Segundo secretário espanhol, Rio fará um magnífico trabalho e terá os "Jogos latinos"

Topo
Contador de notícias