iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

09/02 - 08:42

Presos suspeitos de matar jogador da seleção romena de handebol

Três pessoas foram detidas em uma estrada próxima à cidade de Hartberg, no estado federado de Estíria

EFE

VIENA (Áustria) - A Polícia austríaca prendeu três suspeitos do assassinato do pivô da seleção romena de handebol, Marian Cozma, cometido neste domingo na Hungria informou hoje o porta-voz policial Andreas Stoirer.

Os agentes austríacos detiveram às 20h50 locais (16h50 de Brasília) do domingo, dois homens e uma mulher em uma estrada próxima à cidade de Hartberg, no estado federado de Estíria, especificou ele.

Eles serão transferidos nas próximas horas desta segunda-feira à central policial de Graz, capital de Estíria, para serem extraditados à Hungria, cujas autoridades emitiram uma ordem internacional de captura dos suspeitos.

Cozma morreu após ser esfaqueado diante de uma discoteca na cidade húngara de Veszprem.

O jogador estava em um bar junto a seus colegas do clube MKB Veszprem, atual campeão húngaro, quando foi agredido na pista junto a seus companheiros de equipe por cerca de 30 homens.

Cozma recebeu uma punhalada no coração e morreu pouco depois no hospital, enquanto dois se seus companheiros de equipe, o croata Ivan Pesic e o sérvio Zarko Sesum, ficaram feridos, mas estão fora de perigo.


Leia mais sobre: Handebol Romênia

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias