iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

08/01 - 15:55

Atraso de salários também é realidade no judô do Flamengo

Márcio Braga determinou a redução de 20% nos gastos do clube, afetando também futsal, ginástica e basquete

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - A crise financeira no Flamengo não está restrita aos departamentos de ginástica, futsal e basquete. A crônica falta de salários também é realidade no judô, que também tem seu futuro ameaçado no Rubro-negro, depois que Márcio Braga determinou a redução de 20% nos gastos do clube.

O judoca Leonardo Leite, que foi o reserva de Luciano Corrêa nas últimas Olimpíadas, confirmou que está há seis meses sem receber salários e revelou que, mesmo após conversas com a direção do clube, nada foi pago até agora.

O atleta, que atualmente está treinando na sede do clube Gama Filho, acredita que, com a possível renovação de patrocínio com a Petrobrás, o Flamengo cumprirá o seu compromisso.

Já Marcelinho Machado, do basquete, prefere esperar antes de fazer alguma declaração sobre a situação do esporte no Rubro-negro. O jogador afirmou que possui contrato até o final do ano com o clube carioca, mas revela que a crise não é exclusividade do Fla, pois muitas agremiações do mundo estão sofrendo com a recessão também.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias